quinta-feira, 31 de outubro de 2013

TV Corrida com Américo Teixeira Jr.

Américo Teixeira Jr. falou sobre seu bombástico furo internacional do contrato de Massa com a Williams (e hoje ele cravou Maldonado na Lotus), de como ele consegue essas cobiçadas informações, fala do trabalho de assessoria de imprensa de Helio Castroneves, de sua atuação à frente do seu site, o Diário Motorsport, como foi ser editor da revista Racing, fala sobre o futuro de Felipe Nasr, da F-Indy, Montoya na Penske, Kanaan na Chip Ganassi, e ainda sorteamos um prêmio para quem estava assistindo ao vivo no chat! Semana que vem tem mais!

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Momentos do tetracampeão Vettel - 4

Primeira vitória na categoria, na lendária pista de Monza em 2008 sob chuva e logo em sua primeira temporada completa na Fórmula 1 (em 2007 estreou pela BMW-Sauber no GP dos EUA e depois foi para a Toro Rosso).

GP de Abu Dhabi - Programação e LINKS de TV


Esses são os horários oficiais (bem mais agradáveis!) do GP de Abu Dhabi de Fórmula 1 de 2013, que ocorre nesse fim de semana numa pista linda para se apreciar com os olhos, mas sem graça em matéria de traçado e pontos de ultrapassagens.

Sexta-feira:
7:00-8:30h, 1º treino livre (SporTV)
11:00h-12:30h 2
º treino livre (SporTV)

Sábado:
8:00 -9:00h, 3º 
treino livre (SporTV)
11:00h, treino oficial (TV Globo)
13h? - treino oficial - REPRISE - (SporTV)*

Domingo:
11:00h, largada, 55 voltas (TV Globo)
23h? largada, 55 voltas - REPRISE - (SporTV)*

COMENTAREI OS TREINOS E A CORRIDA NO MEU TWITTER, o @inacioF1 
Para acompanhar a cronometragem oficial da F1, clique AQUI! Os 
LINKS PARA ASSISTIR pelo computador seguem abaixo - É só clicar e fechar as propagandas que aparecem bem no meio da bendita tela da "TV":


LINK 1      LINK 2      LINK 3      LINK 4      LINK 5 

Se você tiver links melhores, favor repassá-los nos comentários para que possa divulgá-los! 


(*) Horário das reprises dependem de confirmação.

Maldonado já assinou com a Lotus?

Mais uma vez Américo Teixeira Jr. (que foi nosso entrevistado do programa "TV Corrida" dessa semana) crava em seu site: Pastor Maldonado já assinou com a equipe Lotus para ser titular na temporada de 2014, abrindo portanto o caminho para a confirmação de Felipe Massa na Williams, como ele mesmo também já havia anunciado o acordo antes também em seu site.

Maldonado deverá formar dupla com Romain Grosjean e assim formar uma dupla que, se fosse no ano passado, seria sinônimo de fábrica funcionando 24 horas para repor peças quebradas, mas que nesse ano evoluíram  - Grosjean especialmente, e não se meteram em tantas batidas e confusões como antes. Não é sabido como se resolveu a situação do contrato da PDVSA com a Williams, que vigoraria até 2015.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Ainda assim, em se confirmando o anuncio, que poderá sair apenas quando o momento estratégico for o ideal (e aí entram interesses comerciais que não conhecemos), fica clara a opção pelo piloto pagante ante ao piloto de maior talento, que claramente seria Nico Hulkenberg e que com isso vê pela segunda vez sua vaga numa equipe de Fórmula 1 ser literalmente comprada pelas dezenas de milhões de petrodolares de Pastor Maldonado (ocorreu o mesmo na Williams em 2011), o que é muito triste para o esporte.

A Hulkenberg restaria de opções mais claras a Force Índia, provavelmente no lugar de Paul Di Resta, ainda que Sutil não esteja garantido, uma improvável continuidade na Sauber, o que é mais difícil, ou mesmo a vaga de Perez na McLaren, o que é ainda menos provável, sobretudo depois da boa corrida do mexicano na Índia.

Vamos aguardar!

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Maldonado e Grosjean, uma dupla explosiva!

Esse cartaz ao lado com a fotomontagem foi postado pelo piloto Taki Inoue em seu Twitter sobre a possível (a essas alturas bem provável) dupla da Lotus de 2014.

Grosjean já é uma certeza, Maldonado é a aposta mais segura já que o dinheiro do tal fundo de investimentos "Quantum" (ex-Infiniti) não chegou e a equipe precisa pagar suas contas atrasadas.

Mas justiça seja feita, essa dupla até que já não bate tanto seus carros como nos anos passados, sobretudo o francês, que vem fazendo um belo trabalho nesse segundo semestre ao até superar Raikkonen.

Momentos do tetracampeão Vettel - 3

Sebastian Vettel em sua estréia oficial na Fórmula 1, no GP dos EUA de 2007 ao volante da BMW-Sauber, substituindo o acidentado Robert Kubica e ironicamente fotografado circunstancialmente já à frente de seu futuro companheiro de equipe, Mark Webber, antecipando uma cena que aconteceria muitas outras vezes.

25 anos do 1º título de Senna



Acima a foto, abaixo o vídeo da última volta rumo ao primeiro título com a voz de Galvão Bueno anunciando: Ayrton Senna, campeão mundial de Fórmula 1 de 1988:

 

Sobre Alonso e McLaren

Muito se falou nas semanas passadas sobre a possibilidade de Fernando Alonso deixar a Ferrari e voltar para a McLaren, onde correu no conturbado ano de 2007 e estou para falar disso desde então, mas agora finalmente consegui!

Segundo se comenta, Alonso está insatisfeito com a falta de desempenho e desenvolvimento dos carros italianos, que nunca tiveram a mesma eficiência dos carros da Red Bull e andou se oferecendo para eles nesse ano, causando uma sério estremecimento com os italianos, que acabaram recontratando Kimi Raikkonen no lugar de Massa, criando ainda mais desconforto para o espanhol que gosta de ser o número um inconteste.

O chefe da equipe italiana, o questionável Stefano Domenicali, diz não estar preocupado em perder o bicampeão, pois tem um longo e bem amarrado contrato em vigor e ouviu declarações do piloto que também gostaria de permanecer e ser campeão pela Ferrari.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Só que paralelamente a tudo isso a McLaren, assim como a Ferrari, vem reforçando seu staff técnico e passou a soltar mensagens simpáticas ao seu ex-piloto, dizendo que deixá-lo partir foi um erro, que adorariam tê-lo de volta - se ele estivesse disponível - e coisa e tal. Muitos leram isso como um claro indicativo que a parceria poderia se repetir já em 2014, mas isso seria pouco provável (impossível nada é), pois o contrato com os italianos está bem no meio e a equipe inglesa deve ter um 2014 um pouco complicado, pois ao mesmo tempo que se prepara para o novo motor da Honda em 2015, correrá pela primeira vez com o novo motor da Mercedes, que já falou que vai repassar o menor número possível de informações sobre o novo motor para evitar que a nova parceira dos ingleses se aproveite desses dados para refinar seus próprios propulsores no ano seguinte.

Além disso, Sérgio Perez fez uma bela corrida no GP da Índia, o que deve ter apaziguado um pouco a inquietação por resultados melhores do mexicano que, lembremos, trás consigo o apoio do bilionário Carlos Slim cujo império deverá se tornar patrocinador principal da equipe no ano que vem.

Sobre Alonso, caso a convivência com Raikkonen e a Ferrari se mostre realmente turbulenta e/ou os italianos errem a mão de seu carro novamente, 2015 parece um cenário mais realista para a ida de Alonso para a McLaren, aí já com o dinheiro da Honda bancando uma eventual recisão e abastecendo a equipe de fartos recursos financeiros para desenvolver o novo conjunto carro-motor. Nesse cenário se fala até de uma dupla Fernando Alonso e Kevin Magnussen, que em 2014 deve correr pela Marussia ao lado de Bianchi, cenário esse que deixaria Jenson Button sem lugar por lá, o que contraria alguns outros rumores de que a equipe pretenderia oferecer ao campeão de 2009 um contrato para encerrar sua carreira na McLaren em 2016.

De qualquer forma, tudo ainda está muito rarefeito mas as conversas, não se enganem, já devem estar acontecendo mesmo, só que provavelmente visando 2015. "Mas já? Ainda estamos em 2013!" dirá alguém. Sim, vamos lembrar que Alonso tinha contrato com a Ferrari desde 2009 para estrear em 2011, mas acabou sendo adiantado para 2010 com a dispensa do finlandês, então iniciar negociações desde cedo não é exatamente uma novidade para ele.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Depois do título, Vettel ajuda mecânicos



Depois de ser coroado tetracampeão mundial de Fórmula 1, celebrar com a equipe e dar muitas entrevistas para a imprensa mundial, Sebastian Vettel mostrou uma atitude que poucas pessoas que não frequentam os bastidores da F1 esperariam ou conhecem, mas que ajuda a explicar o êxito desse piloto:

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Ao invés de retornar ao hotel e repousar sobre os merecidos louros da vitória o piloto ficou na pista até mais tarde para ajudar os mecânicos da sua equipe a desmontar os boxes e empacotar o equipamento para a próxima etapa que já ocorre nessa semana em Abu-Dhabi, mostrando que seu comprometimento com o grupo é total, o que certamente conta pontos junto àqueles que trabalham em outras funções no organograma da equipe e que num campo onde o "zero vírgula" conta muito, também faz diferença, confira as fotos:

Momentos do tetracampeão Vettel - 2


O primeiro teste num carro de Fórmula 1, ainda menino, foi no último ano da parceria entre a equipe Williams e a fabricante BMW (2005) como prêmio por ter sido o campeão da F-BMW no ano anterior.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Momentos do tetracampeão Vettel - 1

O pequenino Sebastian Vettel (mas já vencedor, repare nos belos troféus) e seu ídolo maior, Michael Schumacher

Para onde vai Maldonado?

Como o Américo Teixeira Jr. já disse em seu site, Felipe Massa deverá entrar no lugar de Pastor Maldonado na Williams ano que vem e aí fica a pergunta: Para onde irá o venezuelano?

As alternativas que se deslindam seriam Lotus, Force Índia e até Sauber. A Lotus espera a definição de seus esperados e misteriosos sócios, que patinam para entrar mesmo no barco. Se entrarem o dinheiro também deve voltar a fluir e a escolha da equipe deverá recair sobre Nico Hulkenberg, só que o tempo está passando e as coisas não estão ocorrendo, assim a montanha de dinheiro de Pastor, seu grande diferencial no mercado, se tornaria um fundamental reforço para as finanças da equipe e poderá garantir-lhe a cobiçada vaga.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Atrás nessa mesma fila, Force Índia também não definiu suas vagas para o ano que vem, pois espera a definição da Lotus para saber quem estará no mercado para continuar a negociar e o dinheiro do venezuelanno também seria muito bem vindo por lá na ex-Jordan, bem como a Sauber, que estaria disposta a considerar a hipótese de contratá-lo ao lado do russo Sirotkin caso o "saco de dinheiro" dele se mostrar maior que o de Esteban Gutierrez. Não é por acaso que essas equipes ainda não bateram seus martelos para os pilotos do ano que vem, com nomes como Maldonado, Hulkenberg, Di Resta, Sutil, Gutierrez entre outros aguardando o primeiro movimento da equipe dos carros pretos e dourados.

Ainda segundo se comenta, os arranjos finais para a cisão amigável entre Williams e PDVSA, que em tese iria até o fim de 2015, estariam em seus momentos finais (certamente a equipe não abrirá mão de um bom dinheiro para essa liberação antes da hora). A ver...

GP da Índia - a corrida

Sebastian Vettel é o novo campeão mundial de Fórmula 1! Tetracampeão, para ser preciso, igualando-se a Alain Prost como únicos detentores de 4 títulos mundiais, só atrás das marcas de Fangio e Schumacher, que poderão ser alcançados a julgar pela precocidade do alemão. Não vou falar do famigerado "tetracampeonato em série" porque essa história já me encheu a paciência. Vamos agora à nossa tradicional análise "equipe-por-equipe" do GP da Índia de Fórmula 1 :

RED BULL: Mais uma vez deu Vettel. Apesar do problema de pneu na primeira volta, que o obrigou a parar bem antes do planejado, mas conseguiu se recuperar e reassumiu a liderança  até a hora da bandeirada, valendo-se também de um problema técnico que obrigou Webber a abandonar antes de ter que disputar a vitória. O alemão não costuma cometer erros, extraindo tudo do ótimo carro que tem, sendo campeão com todo o merecimento, como foi Schumacher na década passada quando a Ferrari é que dominava. Ridículo foi a FIA ter multado o piloto por dar zerinhos na reta por celebrar o título.  A FIA parece se tornar uma organização composta por velhos rabugentos.

MERCEDES: Depois da Red Bull, coube a Mercedes - de Rosberg, para ser exato, chegar mais à frente. O alemão que vinha enfrentando alguns azares ultimamente, conseguiu fazer uma prova sem sustos e com ritmo forte, chegando a um pódio muito importante para sua equipe, que somado à 6ª posição de Hamilton - esse mais discreto do que se esperava, garantiu a momentânea vice-liderança do campeonato de construtores.

LOTUS: Com estratégias e posições de largada bem diferentes, Grosjean e Raikkonen encontraram-se numa batalha fratricida a poucas voltas do final, com o finlandês calçado em pneus velho não facilitando em nada a passagem do francês que vinha muito mais rápido apesar da nada sutil mensagem de rádio que falava: "Kimi, saia da *%$#&* do caminho!" No fim Grosjean passou no muque e com ele Massa, Perez e Hamilton, obrigando o campeão de 2007 a um pit-stop de última hora que o manteve em 7º e lhe deu a melhor volta da corrida. Impressiona a recuperação do francês, de 17º para 3º.

FERRARI: Hoje os papeis se inverteram: Alonso teve a corrida comprometida por uma asa dianteira danificada num toque na primeira volta que lhe obrigou a trocar o bico, indo parar lá atrás e chegando fora da zona de pontos apesar de tentar passar seus rivais sempre que podia e com seu carro apresentando problemas na direção. Massa fez ótima largada e chegou até a liderar, mas o ritmo do carro e as paradas colocaram atrás de Vettel, Rosberg e Grosjean, chegando no bom 4ª lugar que Alonso tem batido cartão ultimamente.

McLAREN: Perez foi melhor que Button todo o final de semana e a boa corrida onde chegou numa forte 5ª colocação com um carro limitado coroou esse bom momento do mexicano que com isso ganha mais fôlego para sua renovação contratual para 2014. Button teve problemas na largada e despencou no pelotão, lá não operou milagres e chegou longe da zona de pontos.

FORCE ÍNDIA: Depois de ficar fora da zona de pontos por alguns GP´s finalmente a equipe marcou pontos e logo com seus dois carros, reabrindo uma pequena margem sobre a Sauber na disputada tabela do campeonato. Se foi notável que Sutil ficou 41 voltas com o mesmo jogo de pneus, também ficou evidente que o "pulo do gato" que queriam dar com tal estratégia não se pagou, pois ele perdeu muito ritmo e posições nas últimas voltas dessa janela.

TORO ROSSO: Ricciardo pontuou, Vergne não. A Toro Rosso está parada em termos de resultados de seu carro, sem grandes corridas e várias vezes sequer pontuando, já em ritmo de 2014.

WILLIAMS: Maldonado fez mais uma super largada e passou meio mundo, mas a realidade do carro o trouxe de volta para o limbo fora da zona de pontuação. Bottas chegou mais atrás. A Williams é outra equipe já focada no carro de 2014, quando tudo mudará.


SAUBER:
A equipe tropeçou feio nessa corrida em se que Hulkenberg não tinha o mesmo ritmo das anteriores mas que em circunstâncias normais deveria conseguir alcançar o 8º lugar e diminuir em mais 1 pontinho a diferença para a Force Índia na disputa pelo 6ª lugar na tabela de pontos, que no fim das contas acabou aumentando em 6. Gutierrez também poderia ter brigado para entrar na zona de pontos mas não se ajudou quando queimou a largada e foi justamente punido com um drive-trough.

MARUSSIA e CATERHAM: Os carros verdes abandonaram e assim a equipe dos carros vermelhos e pretos ficou sozinha no seu universo paralelo de lentidão e esquecimento, mas dessa vez (e não foi a primeira) foi Max Chilton que chegou à frente de Jules Bianchi.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Abaixo seguem os resultados completos dessa que pode ter sido a última corrida da categoria em território indiano:




Pos. Piloto         Equipe                     Diferença     Pontos
 1.  Vettel         Red Bull-Renault           1h31:12.187     25
 2.  Rosberg        Mercedes                   +    29.823     18
 3.  Grosjean       Lotus-Renault              +    39.892     15
 4.  Massa          Ferrari                    +    41.692     12
 5.  Perez          McLaren-Mercedes           +    43.829     10
 6.  Hamilton       Mercedes                   +    52.400      8
 7.  Raikkonen      Lotus-Renault              +  1:07.900      6
 8.  Di Resta       Force India-Mercedes       +  1:12.800      4
 9.  Sutil          Force India-Mercedes       +  1:14.700      2
10.  Ricciardo      Toro Rosso-Ferrari         +  1:16.200      1
11.  Alonso         Ferrari                    +  1:18.200
12.  Maldonado      Williams-Renault           +  1:18.900
13.  Vergne         Toro Rosso-Ferrari       +     1 volta
14.  Button         McLaren-Mercedes         +     1 volta
15.  Gutierrez      Sauber-Ferrari           +     1 volta
16.  Bottas         Williams-Renault         +     1 volta
17.  Chilton        Marussia-Cosworth        +    2 voltas
18.  Bianchi        Marussia-Cosworth        +    2 voltas

Volta mais rápida: Kimi Raikkonen, 1:27.679

Abandonos:

Piloto         Equipe                    Na volta
Hulkenberg     Sauber-Ferrari               54
Webber         Red Bull-Renault             40
Pic            Caterham-Renault             36
van der Garde  Caterham-Renault              2


Pontuação após a 16ª etapa:                

Pilotos:                      Construtores:                    
 1.  Vettel        322        1.  Red Bull-Renault          470
 2.  Alonso        207        2.  Mercedes                  313
 3.  Raikkonen     183        3.  Ferrari                   309
 4.  Hamilton      169        4.  Lotus-Renault             285
 5.  Webber        148        5.  McLaren-Mercedes           93
 6.  Rosberg       144        6.  Force India-Mercedes       68
 7.  Grosjean      102        7.  Sauber-Ferrari             45
 8.  Massa         102        8.  Toro Rosso-Ferrari         32
 9.  Button         60        9.  Williams-Renault            1
10.  Di Resta       40       
11.  Huleknberg     39       
12.  Perez          33       
13.  Sutil          28       
14.  Ricciardo      19       
15.  Vergne         13       
16.  Gutierrez       6       
17.  Maldonado       1

sábado, 26 de outubro de 2013

GP da Índia - Classificação

E na classificação do GP da Índia, apenas uma real surpresa: Romain Grosjean lá atrás por que sua equipe superestimou a capacidade de passar para o Q2 com pneus macios quando todos os rivais já estavam calçados com os compostos macios. Abaixo vemos nossa famosa e breve análise de "quem ganhou, quem perdeu" nessa importante fase do fim de semana:

QUEM GANHOU:
  • Sebastian Vettel, sobrou nas três fases da classificação e já abriu espaço para colocar mais 2 taças em sua prateleira, que só não leva se acontecer uma mega-zebra: as de vencedor da corrida e de campeão mundial de 2013.
  • As Mercedes, que conseguiram colocar seus dois carros entre as Red Bull e se capitalizarem isso podem sair da corrida com a vice liderança no campeonato de construtores.
  • Raikkonen, conseguindo largar à frente de Grosjean, algo que não vinha ocorrendo. Só que o feito pouco vale, pois o francês foi completamente prejudicado pelo grosseiro erro da equipe.
  • Felipe Massa, largando numa boa quinta posição. Não dá para comparar com Alonso por estavam com tipos de pneus diferentes
  • Alonso, Perez e Button. Os três vão largar com pneus médios e vão tentar dar o bote. Será que vai funcionar?
  • Hulkenberg, mais uma vez sobrando em relação à Gutierrez e mostrando quão absurdo é ainda estar sem uma vaga numa equipe grande.
  • Perez, largando à frente de Button. Agora tem que ver se terminará assim também...
  • Bottas, mais uma vez à frente de Maldonado.
QUEM PERDEU:
  • Ferrari, cada vez mais distante dos pódios, pode perder a vice liderança nessa corrida.
  • Lotus, com o enorme erro de manter Grosjean apenas com pneus médios no Q1 dificulta  e muito a tarefa de também passar a Ferrari no campeonato
  • Force Índia, mais uma vez com seus carros fora do Q3
  • Gutierrez, que não se sentiu confortável na pista durante todo o fim de semana e não conseguiu nem repetir sua boa volta do Q1 no Q2.
  • Pastor Maldonado, eliminado no Q1 e de novo atrás do novato Bottas. Deve estar tiririca da vida.
Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

"TV Corrida" com Binho Carcasci

No nosso programa "TV Corrida" dessa semana recebemos Binho Carcasci, organizador da Seletiva de Kart Petrobrás, que acontece na 3ª e na 4ª feira dias 20 e 30 de outubro no kartódromo da Granja Viana.

Falamos sobre o evento (que é de graça ao público), sobre o kartismo no Brasil, Fórmula 1, Fórmula Indy, mudança de pilotos, Stock-car etc, além de responder as perguntas dos internautas presentes no nosso chat interativo.

No meio desse programa especial ainda lançamos uma super-promoção com prêmios e que você ainda pode participar e concorrer*, assista e entenda!!!!

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1


*Até 4ª feira às 15:55hs ao vivo no programa do dia 30/10/2013

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

GP da Índia - 1º e 2º treinos

Esses são os tempos do primeiro e do segundo treinos livres para o GP da Índia de 2013, possívelmente o último por essas bandas. As Red Bull, especialmente a com Vettel ao volante, continua sobrando, seguidas por Lotus e Mercedes, com a Ferrari mais atrás, mostrando que o título, salvo alguma grande zebra, deve mesmo ficar com Vettel nesse fim de semana:

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

1º TREINO:
 

2º TREINO:

Mercado de pilotos da F1: a decisão da Lotus

A grande novidade que surgiu hoje no que se trata de mercado de pilotos da Fórmula 1 é a decisão dos pilotos da Lotus, que estaria na iminência de ocorrer e Felipe Massa não seria uma das opções.

Segundo o jornalista inglês Will Buxton, Romain Grosjean deverá mesmo ficar com uma das vagas do ano que vem, com a segunda sendo disputada por Nico Hulkenberg e Pastor Maldonado. A equipe e seus dirigentes querem o alemão, mas para isso precisam do aporte financeiro do tal novo sócio o grupo de investimentos rebatizado recentemente de Quantum e que se chamava Infiniti - e nada a ver com a marca de carros que patrocína a Red Bull.

O corre que o dinheiro da Quantum (que aliás, teve sua conta do Twitter "@Quantum_F1" suspensa hoje) nunca chega e se ele de fato não chegar até uma data limite, a Lotus escolheria Pastor Maldonado por seu gordo patrocínio, indispensável para reforçar o combalido e sempre deficitário caixa da equipe para a próxima temporada. Aliás, a Lotus ainda não divulgou qual será a fornecedora de motores para a sua próxima temporada...

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

A situação do talentoso Hulkenberg, é portanto, bastante delicada, pois suas opções, ao que se comenta, estariam atualmente nesse pé:

  • Na Lotus a vaga parece difícil para ele sem a chegada do dinheiro do investidor misterioso, assim Maldonado e seus petrodolares surge como uma ameaça bastante real;
  • A Sauber deverá ficar mesmo com Sirotkin e Gutierrez, ambos também com bons patrocínios nas costas;
  • A McLaren, ainda está em aberto, mas devem confirmar Button e Perez continua favorito a outra vaga pelo apoio da Telmex, que poderá se tornar o principal patrocinador da equipe a partir do ano que vem, no lugar da atual Vodafone;
  • Com a saída de Maldonado (e o clima entre a equipe e o piloto está bem azedo), a Williams parece ficar se encaminhar para Massa e Bottas.
Entre as equipes médias, portanto, poderia "sobrar" mesmo a Force Índia, possivelmente ao lado de Sutil, conforme cantou a bola semanas atrás o comentarista e ex-dono de equipe Eddie Jordan! Claro que é importante ressaltar que nada está definido e nenhuma dessas equipes bateu o martelo sobre seus pilotos de 2014 oficialmente ainda e portanto essas negociações podem mudar muito de uma dia para o outro conforme novos desdobramentos e fatos surjam, mas o tempo está passando e os pilotos e empresários pressionando por uma resolução sobre seus futuros. Vamos aguardar.

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

GP da Índia - Programação e LINKS


Esses são os horários oficiais do 
GP da Índia de Fórmula 1 de 2013, que ocorre nesse fim de semana naquela que poderá ser a última corrida da categoria na pista Tilkeniana do país, apesar da organização falar que gostaria e conta com a continuidade da prova.


Sexta-feira:

2:30-4h, 1º treino livre (SporTV)
6:30h-8h 2
º treino livre (SporTV)

Sábado:
3:30 -4:30h, 3º 
treino livre (SporTV)
6:30h, treino oficial (TV Globo)
13h? - treino oficial - REPRISE - (SporTV)*

Domingo:
7:30h, largada, 60 voltas (TV Globo)
23h? largada, 60 voltas - REPRISE - (SporTV)*

COMENTAREI OS TREINOS E A CORRIDA NO MEU TWITTER, o @inacioF1 
Para acompanhar a cronometragem oficial da F1, clique AQUI! Os 
LINKS PARA ASSISTIR pelo computador seguem abaixo - É só clicar e fechar as propagandas que aparecem bem no meio da bendita tela da "TV":


LINK 1      LINK 2      LINK 3      LINK 4      LINK 5 

Se você tiver links melhores, favor repassá-los nos comentários para que possa divulgá-los! 


(*) Horário das reprises dependem de confirmação.

Felipe Massa assinou com a Williams?

Massa na Williams?
Sim, é exatamente isso que você leu: Felipe Massa já teria fechado um contrato com a equipe Williams de Fórmula 1 para correr a temporada de 2014 no lugar de Pastor Maldonado. E mais: segundo a fonte desse furo de informação, o site do bem informado jornalista Americo Teixeira Jr., (depois os italianos da Autosprint também falaram do tema) o contrato vai ser de surpreendentes 5 longos anos, com o brasileiro não dispensado de levar dinheiro ou patrocínios para a equipe e ainda recebendo um salário! Ainda segundo o Américo, o anúncio oficial deverá sair nos próximos dias ou até mesmo horas.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Algumas questões e considerações surgem dessa relevante informação:

  • Em Maldonado saindo, imagina-se que ao menos parte do patrocínio da PDVSA continuará a chegar, já que o contrato entre as partes ia até 2015 e a equipe não deve ter aberto mão do direito a receber sua parte, ao menos não de tudo (Claire Williams, nova administradora da equipe esteve na Venezuela semanas atrás negociando esse entrave).
  • Mesmo que o dinheiro da PDVSA continue fluindo por mais 1 ano, por exemplo, ainda assim é sabido que a equipe precisa mais de dinheiro e que essa falta de fundos limita o desenvolvimento do carro ao longo da temporada, então porquê ficaram tão generosos com Felipe Massa, dispensando-o de trazer patrocinadores que eles de fato precisam?
  • Será que essa dispensa da equipe sinaliza que a Williams, justamente quando atravessa sua pior fase da história conseguiu sozinha um improvável novo grande patrocinador para suprir essa necessidade financeira sem a necessidade de ajuda do seu novo piloto? Se não, como entender essa situação?
  • Um contrato de 5 anos causa espanto, pois sinalizaria uma clara aposta de longo prazo, algo de certa forma inédito na história recente da equipe e muito raro na F1 atual, só sendo superado pelos 6 anos que ficaram com Ralf Schumacher, mas neste caso os contratos eram mais curtos e foram renegociados e renovados ao longo da parceria. De qualquer forma traria estabilidade à Felipe.
  • Coincidência ou não, de pouco tempo para cá Felipe Massa começou a acompanhar o perfil da equipe Williams pelo seu Twitter, sendo essa a única equipe da F-1 além da sua atual Ferrari que mereceu tal tratamento até agora...
  • Rob Smedley, atual engenheiro de corrida de Felipe Massa, é considerado como um dos próximos anuncios da equipe inglesa desde o anuncio de Raikkonen na Ferrari.
  • Em se concretizando, Massa será o terceiro piloto brasileiro a competir pela equipe Williams nos últimos 5 anos, vamos esperar que ele tenha carros melhores na equipe inglesa que acabou sendo palco do fim das carreiras de seus predecessores Bruno Senna e Rubens Barrichello.
  • Hoje Pastor Maldonado disse ter a mais absoluta certeza que estará na Fórmula 1 na temporada de 2014, mas deixa a brecha: "mesmo que seja em outra equipe".
Agora nos resta aguardar mais para entender melhor todo esse quadro quando novas informações sobre esse tal contrato forem divulgadas.

ATUALIZADO (12:03hs): Foi só as pessoas notarem que ele seguia só a Williams (além da Ferrari) na sua conta no Twitter que nesse exato minuto Felipe Massa passou a seguir também as contas da Red Bull e da Lotus. Será uma tentativa tardia de disfarçar? Porque esse tipo de preocupação? Hum...

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Ayrton Senna em Star Wars?


Veja o que alguém criativo inventou tendo como base um capacete das tropas de Star Wars e as cores do capacete de Ayrton Senna. Além do novo lay-out colorido e todos os patrocínios originais (só a marca do cigarro foi alterada), repare que o modelo ganhou até uma viseira, apesar do capacete do filme já ter proteção para os olhos! Se alguém souber quem é o autor dessa obra me avise, pois quem me enviou a foto não contou!

Os tubarões da Fórmula 1

Sempre falaram que a Fórmula 1 era conhecido como "Piranhas´s Club" pela ferocidade com que as equipes lutam umas contra as outras, mas a arte do escultor japonês Showichi Kaneda atesta que outra leitura subaquática pode ser igualmente realista: seria na verdade um clube de tubarões! Dica do nosso grande gurú Ricardo Divila!Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1


Ferrari descarta volta de Kubica. Será?

Kubica levantando poeira com seu DS3
Em uma entrevista concedida por Stefano Domenicali no dia que antecede os primeiros treinos para o GP da Índia, o nome do piloto Robert Kubica foi diretamente abordado e um eventual retorno dele à categoria, descartado.

Segundo Domenicali as limitações físicas que o piloto passou a ter após sofrer o acidente de Rally no inicio de 2011 impedem seu retorno a Fórmula 1, confirmando que a Ferrari tinha sim interesse no passe do piloto para fazer dupla com Fernando Alonso mas também corrobora com a declaração do próprio Kubica dada meses atrás em que contava que sua maior dificuldade era o espaço exíguo dos cockpits da categoria, que impedem seu braço direito de ter uma movimentação melhor segundo suas novas necessidades.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Ele foi muito bem a bordo desse DTM
Hoje Kubica parece cada vez mais encaminhado no mundo do Rally, onde lidera o campeonato da segunda divisão esse ano a bordo de um Citroën DS3 se comenta que, caso ele continue na categoria, ele pode ser promovido à primeira divisão da em 2014, mas não necessariamente num Citroën.

Além disso vale lembrar, entretanto, que pouco tempo atrás também foi noticiado oficialmente que o polonês testava no simulador de F1 da equipe Mercedes, ajudando a equipe com seu feedback do carro desse ano (minhas fontes informam que ele também já trabalhou no modelo 2014 da equipe) e ao mesmo tempo sendo ajudado em sua readaptação à categoria, mas depois o assunto acabou morrendo, mas não necessariamente o mesmo pode ser dito do interesse dele por categorias além do atual Rally (ele foi muito bem num teste da DTM esse ano, por exemplo).

"Nunca diga nunca..."

terça-feira, 22 de outubro de 2013

O capacete recordista de Alonso

Fernando Alonso divulgou imagens do capacete comemorativo que usará no GP da Índia de F1. Ele usará a cor predominante branca com as inscrições "1571" nas laterais e no topo do casco, número esse que marca quantos pontos ele já registrou na Fórmula 1 até hoje, suplantando o recorde de Schumacher e que já fora de Prost.

Só que esse recorde é de pé bem quebrado, pois os critérios de pontuação atuais são muito mais generosos com os pilotos de hoje que nos tempos de Senna, Prost e mesmo Schumacher:

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Até 1990, só os 6 primeiros pontuavam e o vencedor anotava 9 pontos (9, 6, 4, 3, 2, 1). Entre 1991 e 2002 o vencedor passou a ganhar 10 pontos, ainda com só os 6 primeiros pontuando. Em 2003 os 8 primeiros passaram a pontuar (10, 8, 6, 5, 4, 3, 2, 1) e desde 2010, todos os 10 primeiros pontuam e com um numero de pontos bem mais farto (25, 18, 15, 12, 10, 8, 6, 4, 2, 1), sem falar que as temporadas atuais tem cerca de 19 a 20 etapas, contra 15 a 16 daqueles tempos, isso sem falar que com o congelamento do desenvolvimento de motores os carros de hoje praticamente não quebram, criando um cenário muito mais favorável ao crescimento dos números dos atuais pilotos.

Não quero com isso diminuir o grande piloto que Fernando Alonso de fato é, e ao celebrar esse feito ele também não perdeu a oportunidade de reforçar ainda mais sua aura de "melhor piloto da atualidade", mas, convenhamos, esse seu número ainda que meritório é bem menos impressionante quando observado com o mínimo de cuidado histórico necessário.


Kvyat, a escolha da Toro Rosso

Antonio Felix da Costa, Carlos Sainz Jr. e o eleito Danii Kvyat
E ontem, como todos acompanharam, a equipe Toro Rosso anunciou a contratação do jovem piloto russo Danii Kvyat para substituir o australiano Daniel Ricciardo ao lado de Jean-Eric Vergne em 2014. Mas porque?

Todos achavam que essa vaga seria, por merecimento e anterioridade, de Antonio Felix da Costa, o piloto revelação que também faz parte da academia de novatos da Red Bull e está a mais tempo sendo preparado para ascender à Fórmula 1, mas ele teve uma temporada difícil na F-Renault V6 (terminou em 3º no campeonato e obteve 3 vitórias num carro que não era o melhor do grid) e o indecifrável Helmut Marko costuma ser implacável com tropeços e com sua inflexibilidade já enterrou a carreira de outros jovens talentosos. Sob o ponto de vista da experiência, até outro novato, o espanhol Carlos Sainz Jr. faria mais sentido nessa vaga, mas este também não faz um grande ano.

Que fique claro, porém, que o russo não é um piloto ruim, ao contrário: venceu corridas em quase todas as categorias que competiu, e hoje está na luta pelo título na GP3, mas sua inexperiência com carros de maior potência e velocidade chama a atenção, especialmente quando a equipe tinha, como vimos acima, nomes mais indicados para a vaga. Só que o russo tem um grande vantagem competitiva sobre o português: o seu país! A Rússia é um mercado muito mais interessante para ser conquistado nas vendas de latinhas de energéticos, visto que lá moram 150 milhões de potenciais compradores ante aos 10 milhões de habitantes dos nossos irmãos portugueses.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1
Kvyat no teste de novatos em julho: seus rivais foram mais rápidos.

Além disso não custa lembrar que 2014 é o ano que estréia a corrida de Socchi e ter um piloto local disputando essa temporada e corrida leva ao encontro interesses da Red Bull e de Bernie Ecclestone, que teria um empurrãozinho nas vendas de ingressos e possivelmente na audiência da transmissão da temporada, lembrando que outro russo, o Sirotkin, também deve estrear pela Sauber.

Com isso, enfim, o jovem piloto russo terá a oportunidade de provar seu talento na categoria máxima do automobilismo, sem antes ter se preparado na F-Renault V6 nem na GP2 repetindo em menor grau o desafio de Kimi Raikkonen em 2001, que pulou da ainda mais distante F-Renault 2.0 direto para o cockpit da Sauber. Ao mesmo tempo sinaliza que o programa de talentos da Red Bull, que aparentemente priorizava o talento dos pilotos acima de tudo, também parece considerar os cada vez mais práticos e influentes apelos financeiros.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

F1 retrô


Olha que interessante o que esses caras da Escape Artist Design fizeram: pegaram os carros dessa temporada (na verdade um carro virtual com a aparencia dos carros 2013, não de alguma equipe em especial) e aplicaram sobre eles as pinturas famosas de grandes equipes em épocas passadas, e o resultado final ficou muito bacana não? Para conhecer outros carros retrô como Tyrrell, Lotus, Brabham, McLaren e Jordan, clique AQUI!

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

F-Indy 2014 com grandes novidades

Tudo que está destacado em vermelho poderá ser redesenhado
por outros fornecedores, além da atual Dallara
Infelizmente não deu para Helio Castroneves levar a taça de campeão da temporada 2013, acumulando assim seu terceiro vice campeonato na categoria numa de suas melhores temporadas até hoje. Mas como o próprio brasileiro disse, agora é hora de olhar pra frente e já pensar no campeonato de 2014, quando zera tudo e teremos importantes novidades na categoria.

Ano que vem, se nada mudar no cronograma oficial (de novo), estreiam os tão aguardados novos kits aerodinâmicos desenvolvidos por terceiros, como os próprios fabricantes de motores Honda e Chevrolet, que darão aos carros aparência diferente e também possibilidades de comportamento e ajustes distintos dos atuais, onde todos usam peças da Dallara. A coisa só poderia ser adiada novamente pela velha questão financeira, já que esses novos kits custariam caro para as equipes e a maioria tem orçamentos limitados.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Além disso também houve uma grande mudança de pilotos para a próxima temporada. Tony Kanaan, por exemplo, assinou um contrato de vários anos com a forte equipe Chip Ganassi, que ano que vem correrá com os motores Chevrolet que ele já conhece bem no lugar dos atuais Honda, que passarão a ser usados pela equipe Andretti. Aliás, os motores japoneses deixam de ser turbo para se tornarem biturbos como já são os da sua rival da gravatinha. Na Penske Juan Pablo Montoya é o grande nome que foi anunciado ao lado dos já confirmados Castroneves e Will Power, mantendo a equipe entre as favoritas ao título.

Sebastien Bourdais vai para a KVRacing no lugar de Tony e o novato Carlos Muñoz tenta uma vaga para a temporada toda na Andretti, ao lado de Hunter-Ray, Marco Andretti e James Hinchcliffe, assim como tantos outros pilotos ainda sem um orçamento fechado batalham por outras vagas no grid.

Agora resta saber se teremos uma etapa no Brasil, já que a São Pulo Indy 300 foi oficialmente cancelada pela prefeitura e alguma outra cidade precisará correr muito contra o relógio para apresentar uma alternativa técnica e financeiramente viável que se encaixe na enxuta agenda 2014 da categoria.

Por fim, também precisamos saber se a algum canal aberto ou mesmo a cabo continuará transmitindo a categoria no Brasil, visto que fortes rumores internos indicam que a Band não teria mais interesse em manter esse produto na sua grade de programação. Esse ponto também influenciará bastante nas negociações para se conseguir uma corrida por aqui.

Como nasce um F1 - Parte 4

Esse é o quarto e último episódio da mini série criada pela equipe Red Bull sobre os bastidores do nascimento de um carro de Fórmula 1 e aborda a montagem final do modelo, confira abaixo:

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

sábado, 19 de outubro de 2013

Final da F-Indy e corrida da Stock


A Fórmula Indy realiza nesse sábado às 21:30 sua última etapa da temporada no oval de Fontana, com Helio Castroneves (12º no grid de largada) da Penske-Chevrolet na disputa direta pelo título com Scott Dixon (17º no grid), da rival Chip Ganassi-Honda. A corrida decisiva acontece hoje mesmo, sábado à noite, com transmissão ao vivo da Band e da Bandsports. Tony Kanaan larga em 9º.

Além disso, também ocorrerá no fim de semana a etapa de Curitiba da Stock-Car, com a classificação sendo transmitida ao vivo às 16:00 do sábado num dos canais da SporTV e a corrida às 11 horas da manhã do domingo, também na SporTV!

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Humor: Hulkenberg assina vários contratos

O site Sniff Petrol fez uma matéria ficcional muito engraçada sobre o disputado Nico Hulkenberg, brincando com o assédio por seu passe para a temporada 2014, que numa tradução livre reproduzo abaixo:

"Nico Hulkenberg se viu enrolado em rumores conflitantes que apontavam que iria para a Lotus, Force Índia, Williams e até Ferrari ao assinar acidentalmente com todos os quatro.

'Eu não sei o que aconteceu', admitiu o o piloto alemão, 'Você sabe, as pessoas sempre colocam coisas na minha frente para eu assinar. Para ser honesto eu parei de me preocupar ha muito tempo. Só mês passado eu acidentalmente assinei uma mesa, um cachorro e uma das minhas próprias pernas. Então, claro, não é surpresa que ontem eu assinei acidentalmente contratos inquebráveis  para pilotar em quatro equipes de Fórmula 1 em 2014.'


Fontes próximas a Hulkenberg informam que o subestimado piloto está propenso a evitar novos constrangimentos e agora está trabalhando num novo sistema para evitar aborrecer seus novos e múltiplos patrões.

'Nico está definindo um tipo de roteiro', confirmou seu empresário Heinz Beenz. 'Então ele se classifica com a Ferrari, por exemplo, depois corre para os boxes e pula dentro da Lotus e faz a classificação com eles e assim em diante com os outros. O carro que se classificar mais para frente no grid será o que ele pilotará no domingo e então ele rebocará os outros carros atrás dele.´


Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1


Embora os planos de Hulkenberg sejam extremamente cansativos e apresente grande risco de outros carros se enroscarem no emaranhado de cabos usados para o reboque, o alemão mantem-se confiante: 'Ei, podia ser pior', conclui ele alegremente, 'eu poderia ter acidentalmente assinado com a McLaren'. "

Para ler o ótimo texto de humor no original em inglês no site Sniff Petrol, clique AQUI, vale a pena!

Adrian Newey avisa: Red Bull 2014 será feio

Será que veremos soluções criativas para os bicos como essa da Footwork de 1991?
O projetista mais badalado da Fórmula 1, responsável pelos carros que Sebastian Vettel tem conduzido a títulos mundiais sucessivos já avisou: "O novo Red Bull (2014) é feio, infelizmente".

O motivo, segundo declarações do inglês à agencia alemã de notícias SID, é a nova regra que impõe o bico baixo a partir desse próximo ano, o que obrigaria os projetistas a criar soluções aerodinâmicas eficientes ainda que não tão bonitas esteticamente (os bicos com degrau de 2012 que o digam), como um bico em forma de gancho.

Outro que falou sobre o assunto foi o piloto de testes da Ferrari Pedro De la Rosa. Perguntado se a nova Ferrari será feia, respondeu: "Eu não sei! É verdade se houve comentários não só aqui (na Ferrari) como em outras equipes de pessoas dizendo 'ei, nosso carro é muito feio e o seu?'"

Só que a grande preocupação de Adrian Newey (e presumivelmente de todos os demais), acaba indo na mesma direção daquilo que eu já havia dito AQUI semana passada: os novos conjuntos de motores e KERS, "mais complexos do que jamais foram", segundo o engenheiro.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Conciliar todas essas novidades será um enorme desafio e os novos conjuntos motrizes motor + KERS serão peça chave nesse quebra-cabeças. Assim, se mesmo uma equipe que não tenha tanto dinheiro descobrir o caminho das pedras antes das rivais e conseguir conciliar a o motor mais forte com menor consumo de combustível, conjunto mais confiável (sem quebras), e melhor projeto de engenharia (aerodinâmica, consumo de pneus) poderá começar o ano que vem numa grande vantagem.

A ver...

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Últimas novidades no mercado de pilotos

Vamos a uma rápida atualização das últimas informações que circulam sobre o mercado de pilotos que negociam para correr na temporada de 2014 da Fórmula 1 e Fórmula Indy:

  • Sebastien Bourdais, tetracapeão da Indy pela extinta Champcar será o substituto de Tony Kanaan na KV Racing ano que vem. o Brasileiro assinou com a Chip Ganassi.
  • O colombiano Carlos Muñoz segue tentando garantir patrocínios para correr na equipe Andretti em 2014 ao lado de Ryan Hunter-Ray, Marco Andretti e James Chichcliffe.
  • A Petrobrás testará seus combustíveis no novo motor V6 da Fórmula 1 na fabrica da Renault essa semana. O empresário de Massa tenta usar esse vínculo para ajudar a conseguir a vaga do brasileiro na Lotus (via Fabio Seixas)
Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1
  • O empresário de Felipe Massa, Nicolas Todt (ao fundo na foto acima) fez uma sondagem na Williams para saber sobre as chances do brasileiro por lá e teria sido surpreendido pela ótima receptividade. (via Fabio Seixas)
  • A McLaren já teria definido a continuidade de Button para 2014, mas poderá oferecer a um contrato mais longo para que encerre sua carreira pela equipe em 2016.
  • A relação entre Sérgio Perez e a McLaren não está boa. Segundo Livio Oricchio, o mexicano tem uma "personalidade extremamente difícil" e "Martin Withmarsh já não o suporta mais", a ponto de se a equipe achar um substituto que realmente valha a pena (Hulk) o próprio patrocinador (a mexicana Telmex) concordaria com a substituição, mantendo o apoio aos ingleses.
  • O bilionário sogro de Giedo van de Garde, ambos da Holanda, teria demonstrado interesse em comprar as ações de Toto Wolff da Williams. Se isso ocorrer, as chances do atual piloto da Caterham migrar para o time dos carros azuis e brancos cresceria bastante.
  • Outro que tenta e muito uma vaga na Lotus e até na Force Índia seria Pastor Maldonado, com o clima na Williams já bem azedo. O que pega é o contrato entre a PDVSA e a equipe atual até 2015, o que dificulta a migração do patrocínio (e portanto da empregabilidade do venezuelano) para outra equipe.
  • Na Force Índia ninguém está garantido para o ano que vem. Paul Di Resta, que tem uma personalidade pouco gregária e não tem feito boas apresentações, não é visto com grandes chances de continuar. Sutil teria mais, pois conta com o apoio do pessoal técnico. Além disso Hulkenberg, Massa e até Maldonado também estariam no hall de opções com quem negociam.
  • Sobre Hulkenberg, aliás, parte da mídia alemão divulgou ontem que o anuncio dele na Lotus poderia sair nas "próximas horas". Hoje o empresário do piloto veio a público negar que qualquer coisa tenha sido assinada e que nada será anunciado essa semana. Segundo se fala Lotus, Force Índia, Sauber e até a McLaren são as possibilidades do alemão. No começo da semana jornalistas da Sky ventilaram até uma ida à Ferrari caso Alonso vá pra McLaren, mas duvido.

Force Índia com medo da Sauber

Otmar e Fernley: dor de cabeça
Conforme acompanhamos nas últimas etapas, a Sauber conseguiu um salto de qualidade bastante significativo, com seus carros abocanhando pontos graúdos nas últimas corridas, já deixando a Toro Rosso para trás na tabela de pontos e agora ameaça a Force índia, que até outro dia chegou a estar à frente da McLaren.

Bob Fernley, chefe da equipe indiana falou claramente sobre seu grande temor de ser ultrapassado pelos suíços na valiosa disputa do campeonato de construtores: "A dificuldade para nós é que ainda não temos o ritmo que tínhamos, deixando a porta aberta para a Sauber que tem feito corridas muito sólidas e agora estamos realmente tendo que olhar sobre nossos ombros. Eu sei que todos pensam que é fácil, mas quando esses resultados começam a vir, a força que você ganha é considerável"

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Depois o dirigente inglês entra nos detalhes que todos gostam de saber, o dinheiro que esta nessa disputa: "A maior parte das diferenças entre os valores de prêmios (pagos conforme a posição que se termina no campeonato de construtores) está entre 3,5 e 4 milhões de libras (cerca de 13 milhões de reais), mas infelizmente a diferença entre o sexto e o sétimo colocados está na casa de 6 a 7 milhões de libras (aproximadamente 22 milhões de reais), então essa perda teria um grande impacto que ninguém gostaria de sentir".

E a culpa pela súbita queda de desempenho da equipe dos carros branco e laranja no tem nome certo, segundo seu diretor esportivo Otmar Szafnauer: "(O problema) não é a maravilhosa Sauber, é a Pirelli. Essa é toda a explicação para nossa situação atual".

Assim, a Force Índia parte para as três últimas corridas do campeonato com uma enorme pressão nas costas sabendo que a Sauber tem a clara missão de superá-los e abocanhar o valios dinheiro da sexta posição na tabela.

terça-feira, 15 de outubro de 2013

Ross Brawn pressiona a Mercedes


Com a chegada de Paddy Lowe da McLaren, muitos entenderam que a sucessão de Ross Brawn como chefe da equipe Mercedes estaria em curso, mas o virtual substituído não gostou nada da situação e teria avisado a equipe: ou ele continua como chefão ou sairá.

Brawn declarou ao canal a cabo inglês Sky: "Eu preciso uma definição bem clara de quem está no comando e obviamente eu preciso de motivação para continuar..." continuando, "Toda equipe bem sucedida tem que ter alguém mais experiente como referência, e essa é a grande questão. Nós precisamos ter certeza se continuarei sendo essa referência.".

Muitos viram essa cobrança pública como um sinal de que a gestão Brawn/Lauda/Wolff pode não estar sendo tão pacífica como desejado, valendo lembrar que quando Niki Lauda estava na Jaguar ele jogava politicamente para ter mais poder e acabou batendo de frente com o de outros chefes, como o defenestrado Bobby Rahal bem pode lembrar.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Com isso ganha força a teoria de que se Lowe assumir a chefia, Brawn poderia ira para outra equipe no grid onde sua experiência seja bem vinda e a McLaren, que vem se reforçando na preparação para a parceria com a Honda poderia ser um caminho. O dirigente inglês, aliás, não afasta a possibilidade de mudança - quando perguntado se sairia da categoria caso a Mercedes não dê a resposta que espera, disse: "Não necessariamente da categoria."

Sobre o assunto, Niki Lauda disse: "Tivemos alguns pequenos problemas na equipe, mas está tudo rsolvido agora. Está tudo acordado entre ele e Paddy e todos os demais. Ele é o número 1. Eu tentei persuadí-lo a ficar, eu quero que ele fique, vamos conversar de novo no fim da temporada" e acrescentou: "Agora é com ele, eu diria que (as chances) são de 50-50 (por cento)".

Agora vamos aguardar e ver se Ross permanece no cargo ou se muito em breve levará sua experiência multi-campeã para outras bandas...

Quer ganhar esse kit da Stock-Car?

Quer ganhar esse KIT STOCK-CAR do Nonô Figueiredo com: camisa polo bordada e autografada +
boné autografado + garrafa sport + pass-holder + sacola esportiva ?

Para concorrer é muito fácil:

  • Curta nossa página no Facebook (clique AQUI), 
  • Compartilhe publicamente o post da promoção no seu perfil do Facebook
  • Me siga no Twitter, o @inacioF1 
  • Dê RT nos tweets da promoção!


Quem só tem Twitter ou só Facebook também está concorrendo, mas quem participa e divulga pelos dois tem ainda mais chances ainda, boa sorte!

O sorteio será ao vivo durante o nosso programa da quarta-feira dia 13 de novembro e a promoção é válida para todo o território nacional!

Barrichello correrá com carro rosa

O piloto Rubens Barrichello correrá na etapa de Curitiba nesse fim de semana com um carro de cor diferente. Sai o tradicional verde dos medicamentos Medley e entra o rosa. A mudança simboliza a adesão da empresa da área farmacêutica ao "Outubro Rosa", campanha internacional criada com o propósito de chamar a atenção para a importância dos cuidados preventivos contra o câncer de mama. Acho essa uma bela iniciativa para dar força a uma campanha tão importante! A sessão de classificação e a corrida serão transmitidas pelos canais SporTV.


ATUALIZADO: Troquei a foto acima por uma tirada na própria pista de Curitiba. Nela vemos que além do carro, seu capacete e até o tênis também ostenta a cor rosa da campanha! 

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1