quinta-feira, 16 de junho de 2011

Bruno Senna pode substituir Heidfeld ainda esse ano

Segunda a respeitada revista alemã Auto Motor und Sport Bruno Senna poderá substituir Nick Heidfeld ao volante do R31 caso consiga arranjar patrocinadores. 


Ainda segundo a revista, o dono da equipe Gerard Lopez esteve em território brasileiro antes do GP do Canadá para ajudar o piloto a arregimentar o dinheiro necessário para a equipe que estaria passando por serias dificuldades financeiras, e nas palavras da revista "precisando desesperadamente de dinheiro". Nesse contexto os eventuais novos patrocinadores brasileiros seriam uma das condições para possibilitar a ascensão do piloto ao posto de titular ainda esse ano.


O lugar de Heidfeld, entretanto, não estaria sob risco imediato apesar da batida no GP do Canadá. Segundo o chefe da equipe Renault Eric Boullier, "ate a batida com Kobayashi Heidfeld fazia corrida perfeita" 


A questões que lanço são:


Com base na experiência desastrosa de Grosjean, que em circunstâncias parecidas em 2009 assumiu no meio da temporada um carro (da mesma Renault) que pouco conhecia e foi impiedosamente cobrado desde o inicio (e saiu queimado), será benéfico para imagem de Bruno ter seu desempenho comparado com o de Petrov, já bastante a vontade com o carro e habituado aos ritmos de classificação e corrida?


Lembrem que com a proibição de testes muitos pilotos bons que ficam sem correr durante o ano enferrujam, como Luca Badoer evidenciou ao substituir o acidentado Massa em 2009, o próprio Grosjean na Renault pós-Piquet em 2009 e Pedro de La Rosa na Sauber e o grande Michael Schumacher na Mercedes em 2010.


Por outro lado, em Bruno conseguindo os patrocinadores que precisa, será que ele pode se dar ao luxo de declinar essa valiosa oportunidade demonstrar seu trabalho e ganhar quilometragem numa equipe estruturada?


Opinem!

12 comentários:

Marcos Paulo disse...

SE ele conseguir a grana tem mais é que ir sim.
Mesmo correndo o riscoa de ser queimado. Digo pq.
Se não o fizer dificilmente terá outra oportunidade. Não tem vaga na STR, nnao tem vaga na Sauber, nem na Mercedes e muito menos na Force india? Pra onde iria? Pra Lotus verde?
Se eu fosse o Bruno pediria ajuda até pro BNDES auhauaha

Rodrigo disse...

Ta na hora do Bruno deixar de ter medo e correr de verdade. Se não estou enganado, no ano passado ele deixou de correr pela STR e preferiu a Hispania, talvez por ser menos cobrado lá e acabou sendo um fiasco. Quando é que teremos um piloto brasileiro com raça e arrojado, igual aos já aposentados Fittipaldi e Piquet, e ao saudoso Ayrton Senna.

IVAN LEONDO disse...

olha so , um piloto de formula 1 sempre tem que estar preparado para correr , o cara quando tem braço ele senta la e acelera e pronto. se ele for esperar uma melhor oportunidade, ele nunca sera piloto.ele nao tem nada a perder . se eu fosse ele metia a cara , e pederia ate dinheiro para o eike batista kkkkk

Nick Mason disse...

Essa sim é a oportunidade da carreira do Bruno Senna na F1. Se ele se recusasse a andar agora, muito dificilmente ele teria outra oportunidade dessa na carreira.

Anônimo disse...

Acho que ele deve sim debutar na F1. Ir ganhando experiência, rodagem para futuramente ascender a uma boa equipe!

Um abraço,

Ariel - Gent's Club

Lucas Mendonça disse...

Se de fato ele tiver essa oportunidade tem mais é que abraçar mesmo, é melhor ele correr o risco de ser queimado do que ficar esperando melhor oportunidade que talvez nem venha a ocorrer. Coloco uma pergunta, será que ele consegue tais patrocinios, tendo em vista um cenário onde todos nós sabemos como as empresas brasileiras ADORAM apoiar o automobilismo brasileiro???

Abraço José Calças Brancas! haha

Zé henrique disse...

Vou apostar mais alto: Se o Gerard Lopez veio ao Brasil, não foi pra ajudar o Bruno a procurar algo, ou mesmo o contrário (ele veio procurar com a ajuda do Bruno). Ele, o chefão, teria vindo já pra assinar algo.

Pedro Henrique disse...

Ele correndo poderemos avaliar melhor o talento do rapaz,já que ano passado praticamente não conta.

Se a chefia veio ao Brasil,já devia ter algo meio acertado.Fica a torcida para que o Bruno pegue o carro e mostre seu talento.

Bart.S & ricars01 disse...

Bom, de qualquer maneira ele só cobriria o "buraco" até o retorno do Kubica, portanto, tem mais é que se arriscar.

Nos exemplos de enferrujamento dados, Luca Badoer nem conta, pois não corria oficialmente a mais de 5 anos. De La Rosa já estava atuando como test-driver haviam 3 anos. Schumacher estava totalmente fora do ambiente da F1 e do automobilismo e Romain Grosjean era sabidamente inexperiente.

O "Quick Nick", mesmo encostado há 2 anos conseguiu se re-adaptar rapidinho. O problema é que ele tem uma outra visão da categoria; está fora do timimg, hj a classificação é muito mais apertada e ele tem sentido isso. O que se reflete em ter que fazer corridas correndo mais riscos.

Eduardo disse...

Bem se o problema for dinheiro, o Bruno tem empresas por trás que podem ajudar. Lembrando do Banco Cruzeiro do Sul e Embratel que patrocinaram uma bagaça ano passado, não iriam patrocinar uma equipe que anda lá na frente?
.
Concordo com todos acima, não tem nem que pensar, se tiver oportunidade é agarrar.
.
O único acrescimo que faria, seria um contrato garantindo ele ficar até o final do ano. Sem essa de disputar com os outros pilotos reservas, pois aí sim seria queimação.
.
E outra, se o Kubica demorar mais na recuperação, ele, Bruno, ter a prioridade no ano de 2012.
.
E pra fechar, se o Lopez veio ao Brasil, ele veio pra fechar contrato, com certeza não viria pra conversar abobrinha, sem algo certo já.

Bruno fsK disse...

vontade meu chará tem, a equipe tbm, só falta $$$$$. agora falando do desempenho dele, eu concordo com vc, ser á igual ao de petrov, não da pra esperar muita coisa, pelo menos agora ele tem carro pra ficar entre os 10 primeiros.

GO SENNA

@bf2375

CharlesSJ disse...

Eu faço uma aposta aqui: Bruno Senna será campeão de f1! só isso!