quinta-feira, 13 de março de 2014

F1 pode ter "boicote" ao 3º treino livre


Não são poucas as vozes no Paddock da Fórmula 1 que apontam para o alto risco de grande parte das equipes andarem pouco ou sequer saírem para a pista no 3º treino livre, no sábado de manhã. Isso porque graças aos novos e mais complexos sistemas de motor, turbo e ERS, caso haja algum problema mecânico mais complicado ou mesmo uma batida com consequências nessas áreas, o tempo para reparar o carro é sensivelmente maior do que antigamente, correndo o risco da equipe com o carro danificado não conseguir desmontá-lo e arrumá-lo a tempo de participar da classificação, apenas 2 horas depois do termino dessa sessão. Assim, para diminuir o risco de enfrentar problemas em seus carros e vê-los largar do final do grid, poderemos ver poucos deles na pista nesse treino específico.

Curta nossa página no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Caso esse cenário realmente se concretize e se mostre recorrente nas demais etapas da temporada, vamos ver como a FIA, em conjunto com as equipes, reagirá para corrigir esse quadro e incentivar os carros irem para a pista e/ou para garantir que todos tenham mais tempo hábil para arrumar seus carros após esse treino em caso de problemas técnicos (intervalo maior até a classificação?), afinal quem pagou caro pelos ingressos quer ver movimento na pista e os canais de TV que a altos custo transmitem esse treino não podem ficar a ver navios sem nada para mostrar ao seu público e a grita seria grande. A ver...

13 comentários:

João Fernando disse...

Realmente Inácio, você trouxe luz a um aspecto que ninguém no Brasil tinha parado para analisar ainda!

por isso sou fão do seu trabalho!

Anônimo disse...

Não acredito que FIA vá fazer alguma mudança, tem muito dinheiro em jogo, e as equipes com motores Mercedes não irão aceita.

Penso eu!!

Rapaz, estou doido pra começar!!!....
é hoje!!

Anônimo disse...

Tou contando as horas pra começar o TL1, mas qto ao TL3 só saberemos no momento.

LenneF1 disse...

Se eu tivesse uma equipe, faria o boicote sim, é muito risco de estragar o carro e arrumar em tão pouco espaço de tempo para o qualifying!

Lucio Linconl disse...

O T3 estará comprometido mesmo que a FIA dê um tempo extra em caso de quebra de algum carro.

Agora, principalmente no início da temporada, com as novas regras, relação de cambio congelada, e limite de motores ainda mais exaustivos, ficar andando na pista por andar não parece ser um bom negócio.

Acho que a verdade agora é:
T1 e T2 com intenção de acertar o carro para corrida com o mínimo de voltas possíveis.

Dou uma sugestão/solução: um Motor extra campeonato para os pilotos de testes apenas.

Anônimo disse...

Acho um absurdo o limite de apenas 5 motores no ano! Quero ver no meio da temporada os motores começarem a explodir e nao sobrar mais nenhum carro na pista!

Bruno disse...

Podiam voltar como era no tempo do turbo nos anos 80: um motor exclusivo pra classificação. E outro pra corrida.

Anchor disse...

Não é que é proibido usar mais que 5 motores, apenas serão punidos quem passar do limite, como nos outros anos. A crise da Renault e RedBull é culpa delas mesmas, não do regulamento. Porque não se prepararão antes e melhor? Como fez a Mercedez, como vai fazer a Honda.

renatoluz disse...

Garanto que quando começar a fase dos gp's na europa vão mudar a regra de durabilidade dos motores.

Anônimo disse...

acabei de ver o carro da williams numa foto postada pelo time se preparando para o treino, e pareçe que tem uma modifição na lateral do carro... pareçe que tem novidades por lá será?

Anônimo disse...

É fácil....

Só não deixar os carros da Lotus saírem dos boxes, afinal sabemos quem são os pilotos da equipe....rsrsrs

Anônimo disse...

O veloz Valtteri Bottas vem para o seu segundo ano e deve dar MUITO trabalho a Massa.

Vito Alencar disse...

Boicote??? Isso não é a boicote!
Boicote é o que aconteceu no GP de Indianapólis, devido ao problema dos pneus.
Isso que você escreveu diz respeito a tomada de decisão e estratégia.
Além de fazer bem pouco sentido: o que a equipe mais querem é oportunidade para testar, e o 3°TL é uma oportunidade de ouro, especialmente para quem até agora coletou poucos dados.