sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Fórmula 1 em Santa Catarina?



Leio aqui e ali que a Fórmula 1 poderia sair de São Paulo e se mudar para a aprazível Santa Catarina a partir de 2015, portanto daqui a apenas dois GP´s Brasil. Isso pode acontecer? Sim, pode, mas acho pouco provável e são esses os motivos de minha desconfiança:

O custo de se construir uma pista nova de Fórmula 1 é altíssimo, sobretudo porque Bernie Ecclestone é bem exigente quanto à infraestrutura e exige amplas áreas de boxes e arquibancadas, a maior parte definitivas e de alvenaria com capacidade superior a de qualquer estádio no mundo.

Além disso, estamos falando num evento que movimenta num único final de semana mais de 200 mil pessoas, entre equipes e público, e ao que me consta a região do Beto Carrero World, que tem interesse no evento, por mais seja linda, esteja crescendo e fez um belíssimo kartódromo, ainda não tem capacidade para receber tanta gente. Falo, sobretudo de estradas para delocamento desse turbilhão de gente numa mesma hora, hotéis de qualidade pra equipes e publico dormir, restaurantes para as pessoas se alimentarem, mas também falo do aeroporto de Navegantes, que eu conheço e pelo que me lembro também não é preparado para receber tal afluxo de pessoas num único fim de semana.

Dá pra arrumar tudo isso e levar a corrida para lá? Sim, dá, mas custará muito caro e entre novos hotéis, restaurantes, obras de infraestrutura como estradas, viadutos, trevos, e possivelmente novas ruas com água, eletricidade e esgoto, vai sair uma verdadeira fortuna, muito mais do que a tal reforma de Interlagos, orçada em R$ 150 milhões (só como comparativo, a reforma do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrincha, está orçado em mais de 1 bilhão de reais). Quem pagaria essas obras bilionárias? Haja financiamento público... E querendo ou não, o atual foco (e escoadouro de recursos públicos) na área esportiva é a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016.

Em resumo, o plano existe, Bernie Ecclestone realmente visitou o local e viu o projeto no ano passado, mas independente da minha simpatia pelo querido Estado de Santa Catarina, que seria muito hospitaleiro com o público, equipe e pilotos da F1, isso está com mais cara de pressão de Bernie em cima das grandes reformas no Autódromo de Interlagos que a prefeitura de SP vem enrolando, do que de uma troca efetiva de pistas.

Pode até ser que num futuro distante quem sabe aconteça, mas em 2015, não acredito mesmo.

Imagens: internet


7 comentários:

Bruno Tascheck disse...

Eu acredito que as opções de hospedagem não se limitam somente à Penha, mas também a Balneário camboriú e até mesmo Joinville. Uma opção de aeroporto seria o de Joinville também, que não é muito longe do autódromo.

Leo Santojo disse...

Interlagos é patrimonio da F1. É igual Monza, Spa e Silverstone, não pode tirar.

guilherme disse...

Sinceramente.. axo que faz muito tempo que o amigo nao vem para SC... O acesso ao parque é duplicado a rodovia que da acesso ao acesso do parque tambem... penha fica a 40km de balneario camburiu em 70km de joinville maior cidade de SC e a apenas . Para ir de Joinville a Penha demora 45min de carro para ir Balneario Camburiu para penha é 20min Ctba para penha é 2hr... Balneario Camburiu sozinha recebe nos 10 dias de ferias de verão mais de 1,5milhoes de pessoas

Já fui para interlagos, e o amigo sabe muito bem como é o acesso ao autodromo...
Outra finaciamento para o autodromo que mesmo que a F1 nao va para lá é privado e o autodromo vai ser constuido com ou sem o apoio do governo federal.

José Inácio Pilar disse...

Leo,

Essa estrada comporta mais de 100 mil pessoas de uma vez? Por isso que digo: a Formula 1 pode SIM ir pra lá, mas naodaqui apenas 2 anos.

Abs!

Anônimo disse...

É só pressão mesmo. O acesso ao estado de SC é muito limitado. Os três aeroportos da região (Joinville, Florianópolis e Navegantes) são pequenos e o principal acesso a eles é a já saturada BR-101.

André disse...

José Inácio,
Sou morador de Itajaí, vizinha de Penha, trabalho com turismo e, realmente, creio que a região não tem condições de receber um evento deste porte...não em dois anos. Mesmo em Balneário Camboriú ou Joinville não temos hotéis de padrão tão elevado com o qual pilotos e equipes estão acostumados. A idéia é antiga mas, a princípio era para trazer a Formula Indy que, ainda assim, acho que nossa região não estaria preparada. Se uma cidade como São Paulo fica com quase 100% de ocupação durante o final de semana, da F1, imagine nossa região, tão carente de estrura para um grande evento. Como fã de F1 eu adoraria mas, como um cidadão realista, imagino que demore muito para se tornar realidade, se que um dia se tornará. Abraço e parabéns pelo blog!

Fernando disse...

Como o Guilherme disse la em cima, balneario camboriu recebe 1,5 milhões de pessoas em 10 dias, a cidade ao lado(5km) itapema recebe mais 1 milhao, e são recheadas de hotéis e balneario camboriu tem a segunda melhor estrutua de turismo do pais perdendo apenas para o rio e tambem onde sera contruidos os maiores predios da america latina....