segunda-feira, 19 de julho de 2010

Parceria entre Williams e Volkswagen pode sair em breve

Segundo o jornalista Adam Nichols da Revista GP Week, Colin Kolles atual diretor técnico da combalida Hispânia pode ser o artífice da união entre o grupo Volkswagen e a equipe Williams num futuro próximo. Segundo ele o dirigente da Hispânia seria o intermediário dessa operação.

Inicialmente deveria ser a equipe de Senna e Chandhok a futura parceira da Volkswagen, (e que poderia até ser comprada por ela), por reunir um piloto Brasileiro e um Indiano, nacionalidades de dois dos mercados mais importantes para a marca no mundo, só que o fato da situação financeira do time espanhol estar muito enrolada (a ponto de depender do dinheiro de Sakon Yamamoto para conseguir terminar o ano) e seu dono dever mais de um bilhão de dólares a credores e a total falta de estrutura e perspectivas da equipe que está a beira do fechamento teriam pesado contra essa decisão ainda na fase de estudos.

Então em oito de Julho a Williams anunciou que não correria com os Renault em 2011 e continuaria com os motores Cosworth, mesmo sendo esses os mais fracos do grid. Porque? O que tem a ver?

Segundo a tese do jornalista, porque a Williams seria o porto de chegada da VW na Formula 1, que precisaria de mais um ano ou dois para preparar as coisas para seu ingresso na categoria, tudo costurado por Colin Kolles, o mesmo que já trouxe o investidor Toto Wolff para a Williams, que costurou a parceira entre a Williams Hybrid Power e a Porsche (do grupo VW) no fornecimento de Kers para seus carros de GT e que é muito bem relacionado com Adam Parr, recém empossado presidente da Williams.

Será que isso vai se concretizar? Não saberemos tão cedo e só o tempo dirá, mas que olhando de fora tem lá a sua lógica, tem.

2 comentários:

Felipe disse...

Tomara que isso aconteça mesmo.. sabemos que um dos problemas que impedem a Williams de brigar por vitórias é a falta de $$$.. mas eu tb acho que somente para 2013.. onde os motores turbo serão utilizados... assim.. todas as fabricantes terão de partir do zero (fabricar um novo motor) ficaria mais facil pra VW conseguir vantagem assim.. do que entrar agora e lutar com motores bem evoluidos..

Marcos Antônio disse...

interessante, tomara que isso aconteça, pois smepre quando a Williams teve um apoio d euma montadora ela mandou na F1...ah,bons tempos...