terça-feira, 22 de abril de 2014

Os perigosos tropeços da Williams


Uma das equipes que mais evoluiu do ano passado para esse foi, definitivamente, a Williams. A equipe de Felipe Massa e Valtteri Bottas que no ano passada fazia um esforço hercúleo para tentar chegar na zona de pontos nessa temporada vem pontuando com facilidade, graças a um carro e um motor mais evoluído do que grande parte de seus rivais, mas seus resultados estão sendo prejudicados todas as corridas.

No GP da Austrália o azar a afobação tiraram pontos importantes da equipe, com Felipe Massa sendo tirado da corrida logo na primeira curva por um Kobayashi sem freios (azar) e Bottas cometendo um erro ao estampar sua roda traseira no muro, tendo que parar em seguida com o pneu furado e uma roda quebrada (afobação). Ainda assim conseguiu chegar em um bom sexto lugar. Não tivesse ele batido e Massa continuado, a probabilidade de marcar mais pontos e quem sabe até um pódio era grande.

Depois, na chuvosa Malásia, seus dois carros sofreram para conseguir um desempenho melhor por falta de pressão aerodinâmica na traseira do carro, o que prejudicava a tração nas saídas de curva e assim a aproximação aos rivais à frente, mas nesse caso não houve erro propriamente dito, é mais uma característica do carro que limitou os ganhos nessa etapa - e os rivais agradecem.


Quando chegou a etapa do Bahrein o azar se fez sentir novamente, com um Safety-car jogando Massa e Bottas mais para trás de onde poderiam chegar graças ao momento em que ele veio em relação às paradas de box. Azar puro e simples, mas nesse trecho  final o carro também não conseguiu fazer frente às Force Índia e Red Bull.

Aí quando chegamos na China, última etapa, o azar e a afobação jogam mais uma vez no campo da equipe. Azar nos dois toques na largada, com Massa e Bottas sendo envolvidos em encontros pouco amistosos com adversários e assim prejudicando o ganho de posições e até perdendo algumas, no caso de Bottas. Mais pra frente a equipe comete um erro infantil ao trazer os pneus traseiros errados para o pit-stop de Massa, tendo que destrocá-los em cima da hora e na correria ainda quebram uma porca que prende a roda traseira esquerda ao carro, perdendo mais tempo ainda na parada e jogando Massa, de virtual 6º colocado para último.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Paralelamente a isso os adversários tem evoluído e se espera de todos outro grande salto evolutivo para a O GP da Espanha, daqui três semanas, fazendo as possibilidades da Williams marcar pontos gordos ou mesmo pódios ficar mais difícil: Red Bull e Force Índia já parecem mais rápidas, Ferrari (ao menos a de Alonso) idem, e logo mais quando Kimi se acertar com o carro ele chega também, lembrando que mesmo problemática Lotus já começa a se classificar melhor (falam de uma melhora de quase 2 segundos nesse GP). Além disso é esperada uma versão atualizada do software dos motores Renault, dando às suas 4 equipes mais potência, enquanto a Sauber finalmente deve estrear carros novos, mais leves que os atuais (seu grande problema atual é o peso extra), quem sabe voltando a brigar por pontos e a poderosa McLaren, com todos os seus recursos técnicos e que não pontua há dois GP´s e que certamente não está parada, colocando mais pressão no embolado pelotão intermediário.

Claro que o carro da Williams pode melhorar também, já que eles igualmente trabalham em evoluções para o seu carro na fase européia, mas aí é que está: mais do que uma possibilidade, isso se torna uma necessidade após esses custosos tropeços iniciais que lhes tiraram pontos importantes nas tabelas de construtores e pilotos justamente quando seus rivais ainda não estavam tão fortes.

11 comentários:

Carlos Neves disse...

ferrari 2008, já vi essa história

FoXxXxX disse...

Acho difícil essa história ser azar, aquela do kobayashi não sai da minha cabeça que alguém tenha dado algum $$$ nos bastidores p/ fazer isso, foi algo mt absurdo p/ aceitar "sem freios"
como F1 tbm há dessas coisas de jogadas sujas, nunca se sabe quem será o próximo alvo...
já essa série de azares. Dá pena, mas só nos resta especular...

Magro Costa disse...

Olha acho esse "lance de azar" meio...Ah sei lá.
Tenho uma opinião a respeito disso digamos um tanto quanto diferente dos demais fãs do conjunto carro / piloto.
Falei isso aqui:
http://www.magrocosta.com.br/2014/04/deu-o-esperado.html#more

E friso o final; “normalmente quem é muito bom em desculpas, geralmente não é bom em mais nada”.
[ ]s

JeanR disse...

E a parte em que Massa leva a culpa por não se classificar bem? Entra onde? Culpar os outros, nós ja fomos campeões nisso.

JeanR disse...

Acho que se passa muita mão na cabeça de Massa, que nao eh mais um jovem aprendiz. Bottas perdeu nas últimas provas, pelo menos uma sessão de treinos e ainda assim, Massa nao tira vantagem, nao corresponde a vantagem que tem... isso pra nao falar do tempo de carreira em relação a Bottas.

Lucas Gabriel Danielato disse...

A formula 1 passou por uma grande mudança, como já sabemos, e a equipe que mais se aproveitou disso e tbem mudou bastante foi justamente a Williams, contratando nomes importantes como Felipe massa, Pat Simons e outros técnicos e engenheiros. Já sabemos q a Wlliams sofreu muito ano passado e passou por uma grande reestruturaçao. Ela ainda esta se acostumando em ficar no pelotao da frente, cometendo alguns erros, trabalhando sobre pressao para ser mais rapida q os rivais. Até mesmo a Claire Williams disse q nao esta procurando vitorias no começo, por a equipe ainda esta se acostumando com tanta mudança. Eu acho e acredito q a Williams conquistará alguns pódios e pontos importantes no campeonato e quem sabe, até vitorias em aguns GPs.

Jobson disse...

Essa coisa de erros em Pit-Stop na Williams, é tão recorrente que parece fazer parte da cultura da equipe.

Quantas e quantas vezes já vimos eles acabarem com as chances de seus pilotos....

Que digam Mansell, Montoya e agora o Massa...

Anônimo disse...

Queridos, na Williams está uma guerra, pois a mesma está completamente dividida quanto aos seus pilotos e Massa já sabe disso.

Toto Wolff ainda tem muita influência por lá, e Pat Symonds não gosta do brasileiro, e vice-versa.

O que favorece o Massa são os patrocínios (BB, Petrobras e SERASA), a experiência e muitos membros da equipe o apoiam, como Rob Smedley, Claire Williams, etc.

Mas nessa queda-de-braço sempre acaba perdendo o piloto mais velho, uma hora ou outra, ainda mais quando este falha quando deve mostrar desempenho.

O Massa pra mim já é passado, um piloto em fim de carreira, provavelmente correndo em seus últimos anos de F1, para uma equipe "desesperada" por resultados imediatos, e que ainda está lá, porque é preciso que esse campeonato tenha pelo menos um piloto brasileiro, para não perder o espaço que ainda possui por estas bandas.

Certamente em no máximo 4 anos,nem lembraremos mais dele, e estaremos torcendo por Nars, e quem sabe Pedro Piquet, que está despontando como um possível talento.

Anônimo disse...

Agora serei "maldoso", rsrs.

Hoje entendo por que o Massa e o Kimi andavam em pé de igualdade, quando os dois faziam dupla na Ferrari... resposta? o nível dos dois é o mesmo, rsrs.

Se ele mantiver esse desempenho pífio durante todo o campeonato (2014), sinto muito, tudo me leva a crer que a Lotus tinha um baita carro entre 2012/2013, mas faltou piloto pra brigar diretamente pelo título.

Pronto falei.

Carlos disse...

Realmente a Williams parece que se foi no tempo,buscam estratégias para voltar a glória, mas a mesma se contradiz... não vejo o porque de Clair Williams parecer estar a frente da equipe,( A unica coisa que parece fazer bem e roer as unhas) realmente buscam um identidade onde não existe. Não sendo pessimista em relação a Massa e bom lembrar que a Williams e mestre em aposentar pilotos brasileiros (A equipe define seus pilotos aos 48 do 2º tempo a não ser que traga um caminhão de dinheiro antes), Bruno Senna e Rubens Barrichelo que digam!

Fernando Nacif disse...

Postei um comentário aqui há uns 2 meses atrás dizendo para os brasileiros não se empolgarem com os treinos porque o carro era uma willians(tudo bem que ela evoluiu muito) e que o piloto era o Felipe Massa. Quase apanhei aqui, disseram que eu não entendia nada de automobilismo, de F1 e tal. Taí a prova, o cara(Felipe Massa) é fraco, e anotem ai, vai tomar um pau do Valtteri Bottas esse ano como o Barrichelo conseguiu tomar do horroroso do Jenson Button na Braw GP.