terça-feira, 10 de setembro de 2013

Felipe Massa, o adeus após 8 anos de Ferrari

Abaixo segue uma sucinta análise das oito temporadas de Felipe Massa competindo como piloto titular pela Scuderia Ferrari, lembrando que ele já era contratado da equipe de Maranello desde o fim de 2001 e correu emprestado na Sauber em 2002, 2004 e 2005.

Hoje o piloto brasileiro anunciou oficialmente seu deligamento da equipe italiana ao fim dessa temporada. Foram oito temporadas com muitas conquistas: 11 vitórias, 14 voltas mais rápidas, 15 pole positions e 36 pódios com os carros vermelhos, uma história que decididamente o coloca num patamar que merece respeito, ainda que em seus últimos anos tenha sido eclipsado por Fernando Alonso.

Agora é aguardar para onde ele irá ano que vem, conforme aquelas possibilidade sobre as quais já palpitei AQUI. Clique nas imagens para ampliá-las!

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1
2006 - Inicio promissor como escudeiro assumido de Schumacher, venceu corridas, inclusive a primeira de um brasileiro em casa desde Ayrton Senna em 1993 e teve seu contrato renovado para correr com o novo contratado Kimi Raikkonen.
2007 - Andando forte mas enfrentando problemas de confiabilidade no carro e cometendo alguns erros, no final foi superado por Raikkonen, que foi campeão com sua ajuda direta no GP Brasil.
2008 - Quase foi campeão, mas erros da equipe e dele acabaram por favorecer Hamilton, que levou o título na última corrida, também a última vencida pelo brasileiro.
2009 - Em tempos de regulamento novo a Ferrari errou a mão e ele ainda levou a famosa molada na cabeça na Hungria, ficando fora de combate até o ano seguinte. No fim do ano a Ferrari dispensou Raikkonen e confiou no brasileiro.

2010 - Começou o ano bem, mas o recém-chegado Fernando Alonso logo dominou a equipe e superou Felipe na pista e na política interna. Ter que ceder a vitória no GP da Alemanha foi o momento emblemático dessa nova fase.
2011 - Mais um ano de tranquilo domínio interno de Fernando Alonso, Massa ficou aquém do que se esperava e logo saiu da disputa do título, acumulando bem menos pontos do que a equipe gostaria.

2012 - No seu pior início de temporada, Massa foi massacrado por Alonso e pela imprensa italiana. Uma forte e encorajadora reação no segundo semestre, entretanto, garantiu-lhe a renovação do contrato e da esperança.
2013 - Começou o ano bem, mas aos poucos a má sorte, alguns erros e o fantasma de más temporadas anteriores passaram a correr no carro com ele, que assim perdeu a vaga para o ressurgente ex-companheiro Kimi Raikkonen apesar de contar com a preferência de Alonso.

10 comentários:

Anônimo disse...

Quem disse que o Raikkonen já tá na Ferrari ?

LenneF1 disse...

Algo me diz que kimi não vai pra ferrari.. acho q vai o hulk

Luis Torres disse...

concordo.
ele ta merecendo uma chance em uma equipe de ponta faz tempo.
muito bom piloto.
uma pena que o brasil vai ficar sem pilotos na formula 1 por um bom tempo!

Maycon disse...

pena que a F1 aceita o dinheiro antes do talento... sem Brasil na F1

Davi Brito disse...

Pra mim, eu acho que foi melhor pra ele. Massa foi Barrichello 2. Mas tb faltou mais a "faca nos dentes" em alguns momentos.

Rogerio Rocha disse...

Bom, que fique claro que os últimos 4 anos do Felipe em parceria com o espanhol, não são suficientes para ninguém dizer que o Felipe é um piloto fraco. Desde 2010 GP da Alemanha ficou bem claro, que a Ferrari só tinha recursos para 1 piloto, e de lá para cá além de Fernando Faster Than you, houve outras ordens de equipe, quebra de motor, etc... e sempre 1 piloto sendo prejudicado, enfim, com isso torço muito para que o Felipe tenha ainda chance de mostrar que é um piloto muito talentoso.

Nathan disse...

Pegando carona no comentário do Rogério Rocha... José Inácio, daria pra vc fazer um levantamento, ou um comparativo entre os erros cometidos com seus pilotos, de quantas vezes a ferrari errou com o Massa incluindo estratégias?

William S disse...

1º Piloto

Fernando Alonso desde que entrou para a Ferrari vem impondo soberania com base nos seus resultados acima dos quais o carro poderia alcançar, provando que é o piloto com mais chance de conquistar o campeonato dentro da equipe.

2º Piloto

Felipe Massa foi um ótimo piloto na Ferrari, 2006 aprendizado (M. Schumacher), 2007, 2008 sempre na ponta com indefinição de primeiro ou segundo piloto.

Já de 2010 pra cá, a Ferrari não vem auxiliando o brasileiro como anteriormente. Com o cargo de 2º piloto o objetivo do Felipe é correr para o Alonso. Onde mais uma prova disso foi justamente o treino classificatório do GP de Monza 2013.

Fim de uma era/Futuro incerto

Todos nós sabemos que apenas a Ferrari age de forma anti desportiva, isso ao meu ver tira o mérito de qualquer piloto que tenha se privilegiado disto.

Enfim, Felipe Massa não correrá mais pela Ferrari em 2014, isto é fato.

Só nos resta torcermos para que ele possa seguir na Fórmula 1 pilotando um carro competitivo.

McLaren ou Lotus.

Lembrando que haverá mudanças drásticas em 2014, então tudo começará do Zero, assim como 2009.

Valeu José Inácio e á todos que leram o meu comentário sobre o assunto!

Anônimo disse...

E saiu por baixo! Quero ver o que vai fazer com toda sua arrogancia!

Francisco Pessoa.

Anônimo disse...

Vender Spagueti bem quentinho!


Francisco Pessoa