terça-feira, 16 de julho de 2013

Williams troca um envolvido em escândalo por outro

Enfrentando sua pior temporada da história de mais de 35 anos e 600 corridas, a equipe Williams anunciou uma importante mudança gerencial hoje de manhã.

A equipe dos carros azuis e brancos anunciou que Mike Goughlan, atual chefe técnico está saindo imediatamente da equipe, sendo substituído por Pat Symonds, que até ontem era consultor técnico da Marussia.

Para quem não se lembra desses nomes, Coughlan era o projetista da McLaren que estava levando material copiado ilegalmente da Ferrari por Nigel Stepney para tentar vendê-lo à outras equipes, fazendo com que a sua então equipe em 2007 fosse duramente punida. Ele foi condenado judicialmente por tal fato, ficando afastado da F1 por vários anos até assumir um posto na Williams em 2011.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1

Já Pat Symonds era o chefe de equipe da Renault em 2008 quando Nelsinho Piquet recebeu ordens diretas para deliberadamente bater o seu carro durante o GP de Cingapura, ordens essas vindas do próprio Symonds (que por sua vez seguia Flavio Briatore), segundo afirmou em juízo o piloto brasileiro. Depois de passar alguns anos também suspenso da F1, ele estava de volta à categoria pela Marussia e agora pela Williams.

Vamos ver se a experiência de Symonds ajuda a combalida equipe inglesa a melhorar a seus resultados e torcer para que ele não se envolva mais em acontecimentos imorais.

6 comentários:

Anônimo disse...

Só gente fina !

Vikk Nascimento disse...

A Williams tá parecendo o Senado Brasileiro

Paulo Coruja disse...

Pra quem tem Toto Wolf como acionista, tá tudo em casa... Infelizmente.

Anônimo disse...

só falta contratar o jose dirceu kkkkk

Wesley disse...

No popular, trocou seis por meia dúzia!

Anônimo disse...

Willians vai mudar o nome para Corinthians kkkkk