quinta-feira, 4 de abril de 2013

O Prost que nunca correu

Como muitos se lembram, entre 1997 e 2001 o tetracampeão Alain Prost teve uma equipe de Fórmula 1, que começou bem, com apoio maciço de fábricas francesas, mas foi ano a ano decaindo em resultados e consequentemente em patrocínios, e quanto menos patrocínios você tem, menos você investe no carro e nos pilotos, que obtém resultados cada vez piores, ficando a ver navios no final e a consequência foi uma só: antes de começar a temporada de 2002 a equipe estava oficialmente falida.

Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1


Assim, o AP05 das fotos que você vê nunca chegou a ser inteiramente fabricado. Na realidade essas fotos são do modelo em escala 1/2 que estava em estágio avançado já sendo estudado e testado no túnel de vento usado pela equipe, sendo uma visão muito próxima a que teríamos nas pistas se ele tivesse estreado.

No final das contas o projeto, ferramental e mesmo as poucas peças do protótipo que chegaram a ser confeccionadas acabaram todas leiloadas junto com o resto do patrimônio da equipe (carros de anos anteriores, equipamentos...) e assim seus registros oficiais se dissiparam mundo afora...

5 comentários:

Leo Santojo disse...

Parece que teria linhas harmoniosas. Dependendo da pintura seria um belo carro.

Juliano disse...

O Prost passou a perna no Pedro Diniz

Anônimo disse...

José Inácio,

já havia até a programação visual pronta para o AP05:

==>> http://www.prost-scriptum.com/goodies/AP05-01-1024.htm
==>> http://www.prost-scriptum.com/goodies/AP05-03-1024.htm


um abraço,
Renato Breder

tchê! disse...

Mais comentários sobre a beleza dos carros de F-1... que jamais tiveram a beleza como prioridade de projeto. Impressionante!

Emilio disse...

A falta de foco na estética do carro não garante que o resultado visual seja nulo ou negativo.
Como o resultado de projeto de muitos carros terminaram num modelo que impressionava os espectadores com formas e cores. não é nada impressionante o fato de existir comentários sobre a beleza e feiura dos carros.

Esse em particular não me agrada.