domingo, 29 de julho de 2012

GP da Hungria - Resultados, análise "equipe-por-equipe"

Vitória de Hamilton, de ponta a ponta no Grande Prêmio da Hungria de Fórmula 1. Com isso ele e a McLaren entram nas férias de 4 semanas da F1 (na verdade só 2 sem trabalhar) mais tranquilos e confiantes. Confira abaixo minha análise "equipe-por-equipe" da 11ª etapa do campeonato 2012, que prometia uma chuva que não veio:

McLAREN: Hamilton foi um líder tranquilo e seguro, administrando a ameaça de Kimi no fim da corrida com facilidade, aproveitando-se da boa adaptação do seu carro à essa pista e ao asfalto quente, conseguindo cuidar bem dos pneus e ser rápido. Button foi mais discreto, perdeu posições, ficou atrás de carros mais lentos (Senna) muito tempo mas marcou lá seus pontos, mas com um carro que parecia superior, deveria ter feito mais. De qualquer modo, parece que as evoluções no carro estão surtindo algum efeito. Vamos ver como será nas pistas de alta.

LOTUS: com seus dois pilotos chegando ao pódio, a equipe passa a Ferrari no campeonato de construtores. Grosjean é rápido, mas comete alguns erros típicos de iniciantes, ao passo que Kimi, ainda que não tão exuberante, faz tudo redondinho, não erra e chega (mais uma vez) à sua frente tendo largado atrás, e quase briga pela vitória.

RED BULL: Aparentemente sem carro para vencer, Vettel fez uma corrida para pontuar, aproveitando para descontar o que pode de Webber e Alonso para tentar o tricampeonato. Webber largou mais de trás e ficou mais pra trás num fim de semana que não pareceu competitivo em nenhum dia. Será que o fim do mapeamento eletrônico diferente do motor os afetou tanto assim ou foi nó a pista que não casou bem. Aguardemos.

FERRARI: Se Alonso ampliou sua vantagem no campeonato de construtores de 34 para 40 pontos, a equipe caiu do 2º para o 4º lugar no de construtores. A culpa é do carro que não se adaptou bem à esse traçado. O espanhol fez o que pode terminando em 5º e marcando 10 pontos mas a largada ruim de Massa prejudicou o resto de sua corrida, que foi num ritmo bom. Assim, seus magros 2 pontos ainda o mantém em 14º posição. Não serão férias muito tranquilas pra ele com os rumores (tem sempre um diferente) sobre sua substituição pipocando.

WILLIAMS: Nesse GP  Bruno Senna foi muito bem, segurando carros em tese mais rápidos no braço enquanto a disputa era na pista (Ferrari, McLaren, e Red Bull) e marcou mais 6 pontos importantes para a equipe que tenta abrir da Force Índia e encostar na Sauber. Maldonado perdeu muitas posições na largada e depois só recebeu destaque na TV ao fazer mais uma lambança e ser punido em seguida.que adianta ser rápido e não usar a cabeça?

MERCEDES: Fim de semana para esquecer. Schumacher se atrapalhando na largada, largou do box, excedeu a velocidade no pit, foi punido e abandonou. Zica total. Rosberg marcou um mísero ponto pela equipe que outro dia, quem diria, ganhou corrida. Estão ficando para trás, como a Renault ano passado.

FORCE ÍNDIA: Não chegaram nos pontos, Hulkenberg fez sua corrida e não conseguiu chegar na zona de pontos. Di Resta, vítima da vez de Maldonado não foi muito prejudicado, mas chegou atrás de seu companheiro. A Force Índia não convence, parece com vocação de equipe com resultados apenas medianos, mas isso pode mudar nas pistas de alta.

SAUBER: Depois de marcar 20 pontos na Alemanha, chegaram bem longe dos pontos, longe mesmo. Kobayashi teve sua asa danificada na largada, tendo que trocá-la e assim sua corrida foi pro vinagre. Perez achou que daria o grande pulo do gato ao parar 2 vezes, mas muitos fizeram isso e o pulo não vio, ficando atrás até do punido e mal largado Maldonado. Essas oscilações de desempenho da equipe ocorre muito em função do tipo de pista.

TORO ROSSO: Taí uma equipe que estacionou legal na evolução. Ricciardo largou atrás mas chegou na frente de Vergne, que assim como ele nada puderam fazer em relação aos outros carros. Fica até difícil mensurar o real potencial da dupla com um carro tão fraco. Pontuar só com muita sorte.

CATERHAM: Permanece no limbo entre Toro Rosso e nanicas. Dessa vez Kovalainen chegou a frente de uma Sauber...

MARUSSIA e HRT: Não vou perder mais meu tempo nesse lindo dia de Domingo falando deles. Leia análise de (todos) os GP´s anteriores, nada nunca muda nessa turma que só faz número.



Pos. Piloto        Equipe                       Diferença
 1.  Hamilton      McLaren-Mercedes           1h41:05.503
 2.  Raikkonen     Lotus-Renault              +     1.032
 3.  Grosjean      Lotus-Renault              +    10.518
 4.  Vettel        Red Bull-Renault           +    11.614
 5.  Alonso        Ferrari                    +    26.653
 6.  Button        McLaren-Mercedes           +    30.243
 7.  Senna         Williams-Renault           +    33.899
 8.  Webber        Red Bull-Renault           +    34.458
 9.  Massa         Ferrari                    +    38.300
10.  Rosberg       Mercedes                   +    51.200
11.  Hulkenberg    Force India-Mercedes       +    57.200
12.  Di Resta      Force India-Mercedes       +  1:02.800
13.  Maldonado     Williams-Renault           +  1:03.600
14.  Perez         Sauber-Ferrari             +  1:04.400
15.  Ricciardo     Toro Rosso-Ferrari         +   1 Volta
16.  Vergne        Toro Rosso-Ferrari         +   1 Volta
17.  Kovalainen    Caterham-Renault           +   1 Volta
18.  Kobayashi     Sauber-Ferrari             +  2 Voltas
19.  Petrov        Caterham-Renault           +  2 Voltas
20.  Pic           Marussia-Cosworth          +  2 Voltas
21.  Glock         Marussia-Cosworth          +  3 Voltas
22.  De la Rosa    HRT-Cosworth               +  3 Voltas

Volta mais rápida: Vettel, 1:24.136

Abandonos:

Piloto        Equipe                     Volta
Karthikeyan   HRT-Cosworth                 63
Schumacher    Mercedes                     61


Campeonatos após a 11ª etapa:                

Pilotos:                    Construtores:             
 1.  Alonso       164        1.  Red Bull-Renault          246
 2.  Webber       124        2.  McLaren-Mercedes          193
 3.  Vettel       122        3.  Lotus-Renault             192
 4.  Hamilton     117        4.  Ferrari                   189
 5.  Raikkonen    116        5.  Mercedes                  106
 6.  Rosberg       77        6.  Sauber-Ferrari             80
 7.  Grosjean      76        7.  Williams-Renault           53
 8.  Button        76        8.  Force India-Mercedes       46
 9.  Perez         47        9.  Toro Rosso-Ferrari          6
10.  Kobayashi     33       
11.  Maldonado     29       
12.  Schumacher    29       
13.  Di Resta      27       
14.  Massa         25       
15.  Senna         24       
16.  Hulkenberg    19       
17.  Vergne         4       
18.  Ricciardo      2 

15 comentários:

Anônimo disse...

alonso ta disparando nos pontos de construtores,o carro dele nao quebra nem a pau nem se quer ele bate em outros.

inacio parece que a williams foi a primeira a "dividir" em dois o "banco de macaco" tirando aquela asa unica e colocando uma dupla,talvez para diminuir o arrasto...

Leo Santojo disse...

Corrida maçante, talvez a pior do ano. E o Bruno Senna fez uma corrida sólida, excelente ultrapassagem no Perez, talvez a melhor da corrida.


Cade aquele palhaço que chupa os ovos do Maldonado e fica postando besteira aqui agora?

GdSM disse...

Só para constar, excelente comentário sobre essa corrida meio massante, melhor e perfeito mesmo é o comentário sobre as nanicas e o dia de sol.

Anônimo disse...

Alonso leva uma grande vantagem em cima de Hamilton, Vettel e Kimi...ele não tem um companheiro FORTE para tirar pontos importantes, em um campeonato equilibrado isso faz muita diferença! Pra melhorar a situação do espanhol, se um dia Felipe conseguir ficar a frente esse ano, a ordem é deixar o companheiro passar independente da posição.

RBR, Lotus e Mclaren tem que fazer como a Ferrari, se concentra em apenas um piloto...ou então, adeus mundial de pilotos! Alonso não se engane, marcou 10 pontos importantíssimo na Hungria, e se o carro Ferrari for bem em pista de alta na BEL e ITA, ele vai continuar muito forte na tabela, mesmo com a reação da Mclaren. A equipe italiana ainda tem a vantagem das férias, os projetistas vão tem tempo para melhorar o carro.

Bruno dessa vez, pelo menos não cometeu erros, mas chegar em 7º é pura obrigação com esse bom carro da Williams, que aliás, tinha obrigação de brigar com a Sauber na tabela. Maldonado, Kobayashi, Perez e até Hülkenberg com carro do meio do pelotão fizeram mais que Bruno, todos chegaram ao top 5 pelo menos uma vez esse ano. Maldonado e Perez ainda fizeram pódios, o mexicano fez dois pódios e o venezuelano pole e vitória. Di Resta também somou pontos importantes, e esta bem na tabela, resta saber se vai conseguir na segunda parte do campeonato. Bruno e Maldonado precisam de uma boa sequência de resultados para recuperar o ano, e nem precisa ser com pódio, mas se conseguirem será bem vinda. A Williams esse ano tem mais carro que pilotos, contrário por exemplo da F.India! A Sauber pra equipe do meio do pelotão tem o melhor conjunto entre equipamento-pilotos por isso esta com 80 pontos no mundial.

Esta fazendo muita falta os 25+8 pontos perdidos de Vettel pela quebra de altenador no GP da Europa e punição na Alemanha, poderia estar com 155 pontos.

Felipe Massa(Deus que me livre), pode deixar a vaga na Ferrari e nem precisa ser para um novato fora-de-série, já esta ficando mais que ridículo sua situação na equipe. O time italiano era para estar brigando pelo título de construtores, mas esta longe em 4º lugar.

Galvão na classificação na Alemanha com sua sabedoria-milenar foi taxativo e como sempre muito arrogante, prepotente e chato!!!

"Não tenho dúvidas Reginaldo, com duas corridas espetaculares na ALE e HUN, Massa esta garantido na Ferrari em 2013, para DESESPERO de quem torce contra Felipe na equipe". Ué, Galvão sempre mete o pau na equipe, não é a Ferrari quem sempre sacaneia com pilotos brazukas? Vai entender...

Galvão devia estar contando com dois pódios de Massa nas últimas duas provas, mas o que eu vi no geral, foi um baita FIASCO!!! Felipe só marcou 2 pontos, e aí sábio narrador como ficamos, vai apelar para mais duas provas BEL e ITA ou vai jogar a toalha?

Não é isso que se espera de um piloto da Ferrari Galvão...

Anônimo disse...

Leo "pacheco" Santojo vc é um BAITA DE UM TROUXA!!! Acorda, o sobrinho não é nenhuma obra-prima ao volante, e o Brasil só PARTICIPA DA FORMULA 1!!! Pagante por pagante, no grid tem vários pilotos melhores que Bruno, ele tem que levantar as mãos para o céu que existe "pagante" na F1, se não fosse o sobrenome e a grana, Bruno jamais estaria na F1. Para o sobrinho virar um Heidfeld da vida, olha...tem chão!!! O alemão não teve opotunidade pra correr em equipe de ponta, mas pelo menos com carro inferior foi ao pódio várias vezes. Bater Maldonado não vai melhorar a situação de Bruno, o que manda é superar os pilotos do pelotão da frente, e isso sem chance para o sobrinho porque ele não vai ter capacidade pra conseguir vaga em equipe grande. Se conseguir, vai ter que encarar pilotos como Lewis, Vettel e Alonso...aí é só SURRA!!!

Leo Santojo disse...

Pessoas que torcem pra F1 como torcem pra times de futebol nao são peculiares?

Gabriel disse...

É uns brasileiros que não torcem para os pilotos do seu país,só querem o mal, eu quero saber como é que vcs querem campeões, se só sabem falar mal.

Anônimo disse...

Bruno apareçeu com um cheque mais alto que o maldanado está acostumado a dar a williams.. ai trocaram o carro dele com o do maldanado , porisso andou assim hoje.

Alex disse...

Só eu percebi, ou o Felipe na largada não atacou o Alonso...?

Tá ele disse que largou mal... mas aquela largada foi estranha.

Ficou tão preocupado em não atacar o Alonso que levou passão do Senna e do Webber.

É dona Ferrari!

José Inácio Pilar disse...

Desse Massa que largou mal porque sua embreagem patinou.

Não creio que tenha sido "ordem da Ferrari" para não passar Alonso, até porque isso prejudicaria ambos os piltos na sua primeira volta e poderia ser revertido a qualquer momento na pista ou nos boxes, como já aconteceu antes.

abs

Julio Peixoto disse...

José Inacio,

Reparando na corrida ontem, me pareceu que as lotus de Raikkonem e Grosjean são diferentes na entrada de ar acima da cabeça do piloto (santo antonio) aonde a lotus do Raikkonem conta com entradas de ar auxiliares, que a do Grosjean não tem. Sabe dizer algo sobre essa (e outras) diferenças entre os carros da Lotus?

Anônimo disse...

Essa entrada e o drs duplo que estrearam o carro dele

José Inácio Pilar disse...

Essa entrada de ar é um teste da Lotus, o duplo-DRS ainda não estreou na Lotus não, pelo menos não na sua versão definitiva que já foi testada antes.

Anônimo disse...

acerto do carro do Bruno:

A Williams deslocou o ar quente gerado nas frenagens para as rodas, com maior eficiência de antes, o que melhorou muito a pilotagem do carro, explicou Bruno. “Tenho muito mais sensibilidade no volante.”

Marcio Neves Machado disse...

Mais 6 pontos e o Senna ultrapassa o Maldonado. Ele pode ter ganho prova e tudo mais, mas não fez MAIS NADA depois disso. Até o final do campeonato o Bruno vai ter passado e deixado ele para trás há tempos. Aí quero ver quem é que a Williams vai deixar como titular no ano que vem.