segunda-feira, 2 de abril de 2012

Button, Ferrari, Massa e Twitter

Recentemente Jenson Button admitiu que recebeu da Ferrari no ano passado uma proposta para ser companheiro de Fernando Alonso na equipe, comentando que "teria que ouvir o que outras equipes tinham a lhe oferecer" e que "ficou feliz em constatar que seu trabalho era respeitado". Mas no final das contas renovou por mais dois ou três anos com a McLaren.

Até aí nada realmente de fantástico ou novo, mas essa informação se analisada com mais cuidado indicaria que a parceria Felipe Massa x Ferrari poderia estar balançando há mais tempo do que apenas desde o inicio particularmente conturbado da temporada 2012, o que faz claramente crer que a Ferrari não deve mesmo renovar seu contrato ao fim do presente ano (será que Felipe mesmo iria querer?), último do contrato do brasileiro, e que já estão à caça de alternativas a mais tempo do que muitos pensavam, portanto não cabendo à Sérgio Pérez o papel de "balançar a vaga" de Felipe.

Como sempre digo quando me perguntam sobre o futuro de Massa, ainda é muito cedo para bater martelo sobre como será a temporada dele, uma vez que só se passaram 2 das 20 corridas previstas para esse ano e nas 18 restantes ele pode melhorar. Entretanto o que permanece claro é a necessidade premente de Felipe reagir e mostrar para as demais equipes do grid que ele é uma opção competitiva para defendê-las em 2013, em que pese uma provável nova condição contratual menos abonada aonde quer que vá, como já disse também.
Curta a página do BLOG no FACEBOOK clicando AQUI e siga-me no Twitter: @inacioF1
Sobre esse provável fim de casamento entre Massa e Ferrari, acho que será muito bom para o primeiro, pois a essas alturas da carreira, com Alonso dominando inclusive politicamente a equipe italiana, novos ares para Felipe deverão lhe fazer muito bem e fazê-lo sentir-se novamente 100% confortável numa equipe diferente, com outras pessoas, outra atmosfera e método de  trabalho com perspectivas novas, podendo ser um verdadeiro reinício.

Não por coincidência, Felipe Massa, certamente sob orientação de especialistas de imagem, abriu semana passada sua conta no Twitter de forma a aproximá-lo de seus fãs e críticos, o que foi uma jogada inteligente. Criticar e atacar um nome no jornal é mais fácil do que fazer o mesmo com alguém que você acompanha em mensagens e fotos diárias indo comprar pão, andando de motoneta com a esposa ou fazendo macarronada com a família. Certamente isso tem como objetivo melhorar a imagem de Felipe exatamente num momento em que ele está sob pesada crítica.

O efeito disso, é bom que se diga, não é fazer com que colunistas e jornalistas pensem "puxa, ia criticar seu desempenho nas corridas, mas o ví passando rodo na lavanderia e agora estou enternecido e não tenho mais coragem". Não. O objetivo, creio, é humanizá-lo e aproximá-lo virtualmente do grande público para que vejam que por trás daquela figura reservada também há um ser humano que faz e sente as mesmas coisas que todos os outros e que portanto também fica feliz e sofre com as emoções da vida, despertando mais solidariedade e menos críticas "figadais" nesse momento pedregoso que atravessa.

Vamos esperar e torcer para que Massa obtenha melhores resultados e com isso mais paz e tranquilidade junto a si, sua torcida, seus críticos e é claro, sua equipe de trabalho e potenciais outras equipes com quem possa vir a negociar para correr.

13 comentários:

Anônimo disse...

Mais uma da saga Massa..tsc..tsc..

Anônimo disse...

Vai um espaguete ? ta quentinho kkkkk

Anônimo disse...

Poh jose não sei que milagre tu não falou do grosjean ainda...kkkk

Anônimo disse...

"puxa, ia criticar seu desempenho nas corridas, mas o ví passando rodo na lavanderia e agora estou enternecido e não tenho mais coragem".

kkkkkkkkkkkkkkkkk ri muitoooo..

Otimo post jose. Ahh esperando post sobre o Romain.

José Inácio Pilar disse...

To esperando o Grosjean terminar ao menos uma prova para poder falar dele.

Anônimo disse...

Inácio só faltou o massa postar uma foto oferecendo um espaguete via twiter kkkkkk

Rafael disse...

So foi ele ter filho, que virou essa merda! Quando era solteiro, corria pra caraca

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Grosjean se não terminar as 2 próximas corridas, para mim este sim tem a vaga ameaçada já no início da temporada (por mais q a Total e o Eric Boullier estejam por trás)

Anônimo disse...

Grosjean se não terminar as 2 próximas corridas, para mim este sim tem a vaga ameaçada já no início da temporada (por mais q a Total e o Eric Boullier estejam por trás)

Leo Santojo disse...

Tanto se fala do Perez, e o Bianchi? Nao rola nenhum rumor sobre ele assumir essa vaga? Nao seria interessante pra Ferrari pegar um piloto iniciante de talento pra já moldá-lo à equipe e ser o primeiro piloto depois que o Alonso parar daqui 4 ou 5 anos?

Anônimo disse...

Na minha singela opinião acredito q:
2006 tchau tchau shummy e the drean team is over
Em 2007 o campeonato caiu no colo da Ferrari/Kimi “di gratiz”, só pq a McLaren não podia ganhar, massa e seu engenheiro só fizeram cagada. Só Kimi e massa poderiam ser campeões, no final Kimi em 1° e massa em 4°, nem 2° o garoto conseguiu. 
Em 2008 Massa valeu cada centavo, Kimi de sacola cheia
Em 2009 veio o acidente e Kimi “cagando e andando”, ferrou “e agora?” pensou a Ferrari. O Santander deu a resposta + plausível pra sinuca de bico. Santander entrava com o caminhão de dinheiro, pagava a quebra de contrato do Kimi (50% do salário anual) , o salário do Alonso e o “merchan” na Ferrari.
2010, além de levar um sacode do Alonso desdo início, veio a derradeira “Alonso is faster than you”. Acabou pro Felipe, acabou 2° piloto e a moral/psicológico do menino
Acho q a ferrari não demitiu-o:
1° contrato caro pra quebrar (quem vai bancar?) e pra piorar quem no lugar dele?
2° contrato da Fiat com o felipe troféu línea, agora o línea não embalou (com ajudinha da CBA) podemos sair de fininho
É isso duma forma bem singela e ampaçã q vejo a historia do massa da ferrari

Rafael Vieira disse...

Bem, ao longo comentário anônimo acima, eu estou 100% de acordo e coloco um detalhe que pra mim foi crucial na carreira de Felipe Massa, onde vou entitular de "Marmelada de Cingapura - 2008", pois naquele GP onde Nelsinho Piquet por questão do desespero aceitou fazer o jogo sujo para beneficiar seu companheiro, ninguém menos que Fernando Alonso, que até então largou no final do Grid com muito pouco combustível, sendo completamente contrário a qualquer estratégia bem sucedida da época, onde o final do pelotão sempre largava de pneus duros e muito combustível, para se manter o máximo de tempo na pista, para mim ficou claramente caracterizado o favorecimento e total conhecimento de Alonso quanto a falcatrua.
Infelizmente nesse episódio somente Nelsinho Piquet quem pagou a conta, uma vez que o grande favorecido ainda saiu como herói daquele conturbado GP. Entendo que Felipe Massa deveria sim ter ido a FIA e exigir o cancelamento do GP, punição severa para todos os envolvidos e beneficiados com isso, pois Fernando Alonso sabia muito bem do que estava participando, com isso o título daquele ano seria entregue a ele, mesmo que tardiamente, onde ao longo da história e sua carreira seria benéfico.
Ao invés do que comentei acima, o que fez Felipe Massa? Tentou acreditar que no ano seguinte poderia ser campeão na pista, mas ai veio o acidente da mola, que entendo eu lhe deu uma sobrevida na Ferrari, pois demitir o cara que quase morreu em seu cockpit poderia ser trágico para a popularidade da equipe, mas para o grande desastre em sua carreira, juntamente com o Santander veio ele, nada mais nada mesmo que Fernando Alonso, o maior destruidor de brasileiros da história da F1, pois não feliz em destruir a carreira de Tarso Marques na Minardi e Nelsinho Piquet na Renault, ele protagonizou uma das mais ridiculas cenas do automobilismo mundial que é a famosa cena do “Alonso is faster than you”, no qual terminou de destruir o esportista Felipe Massa.
Enquanto Felipe Massa devesse travar a maior guerra da história da F1, batalhando para que Alonso não fosse contratado ou ele encontrasse outra equipe, deixando claro que não estaria ao lado do Sr. Falcatrua, não, ele estendeu o tapete vermelho, recebeu o cara de braços abertos e hoje, após 2 temporadas e 2 GPs, esta claro que ele não é capaz de batê-lo nas pistas e muito menos nos bastidores.
Existem rumores que a RBR em 2010 abriu dialogo com Felipe Massa para as temporadas 2011 e 2012, mas o acordo não se deu por estar ambientado a Ferrari e por Mark Webber ter vencido os GPs de Barcelona e Mônaco, onde a renovação de contrato foi imediato diante dos êxitos.
Acho que mesmo faltando 18 etapas do mundial, não acredito ter muitas mudanças no desempenho de Felipe Massa, que deve estar certamente encerrando sua carreira na F1, pois não o vejo em nenhuma outra equipe tento em vista os resultados pífios que irá colher esse ano.