sábado, 18 de fevereiro de 2012

O adeus de Trulli

E lá se foi Jarno Trulli, 37 anos, 252 GP'S, 1 vitória (em 2004 no principado de Mônaco, na imagem do meio), 4 pole-positions marcadas, 11 pódios alcançados. Foi o último piloto italiano no grid, deixando a terra da bota sem um representante pela primeira vez em mais de 40 anos. Triste.

Numa fórmula 1 onde o dinheiro pesa cada vez mais, veteranos assalariados são as vítimas da vez. Os primeiros a tombarem, é verdade, foram e sempre serão os pilotos de pouca experiência e sem dinheiro por trás, mas depois deles mesmo os de grande experiência estão sendo degolados pelo denominador comum: falta de patrocínios. E isso atinge pilotos com grande potencial e/ou qualidades comprovadas, como Hulkenberg em 2011 e Barrichello nesse ano podem atestar.

Trulli se junta aos rifados a contra gosto. Ok, muitos arguirão que ele já estava desmotivado, levando tempo do Kovalainen, o que pode até ser verdade, mas não se engane: comparado a ele, Petrov não é grande coisa, por mais jovem e motivado que possa estar. O russo entrou pela política, já que interessa a Bernie Ecclestone ter um representante do pais que receberá um GP em 2014 e esta gastando os tubos na construção da pista, e com a política vem o dinheiro de patrocínios, exatamente num momento em que a fórmula 1 está especialmente sensível a esse encanto, com mais da metade das equipes de seu grid com o pires na mão.

Enfim, acabou para o homem de Pescara. A imagem do topo é o carro de sua estreia, a Minardi M197 de 1997. O carro abaixo é o de sua despedida, o Caterham CT-01, que ele testou em Jerez enquanto o cheque de Petrov ainda não havia pingado na conta da equipe, resultando num agridoce presente de despedida para o italiano: conhecer o carro de 2012 pela distância de quase 2 GP´S, que ele nunca viria a disputar.

Quando teremos outro piloto italiano na F1? Com base no que o próprio Trulli falou hoje em sua despedida somado à atual crise financeira europeia, deve demorar um tanto.

13 comentários:

Nick Mason disse...

Mas afinal, o que significa a tag #avatopusha, sobre o Trulli?

Francisco disse...

Tenho um conhecido que pôs o nome do filho de Jarno Trulli, em sua homenagem. Não era um excepcional piloto, mas era muito bom. Melhor do que boa parte desses novatinhos que entram mais pela grana que aportam à equipe. Ciao, Trulli! E obrigado pelos bons momentos deixados na F-1!

Bill Mask disse...

Bom piloto... Participou, pilotou com grandes pilotos.
Tem um vitória histórica (tbm por sorte) em Mônaco... faz parte...

Arthur F1 disse...

Eu acho uma falta de Profissionalismo o que fizeram com ele. Ou seja, deixaram ele correr nos primeiros testes e depois demitem...... É uma pena o que a F1 está virando.

betogfc disse...

A F1 esta decaindo e tudo por dinheiro,lamentavel

Anônimo disse...

Muito chatão esse ai,temperamental e não mostrando mais resultados.

Anônimo disse...

Mais um piloto que saiu para dar lugar a um piloto pagante.

Bruno disse...

Muito Triste Por isso não vou assistir mais a F1 ,Trulli foi um bom piloto não merecia isso .Tristeza cara vi acompanhei toda a carreira dele do barrichello do da mata, montoya ,a F1 acabou

Anônimo disse...

Trulli era uma caricatura nos boxes da equipe. Não perderão muito.

Eles tem em Kovalainen o cara dos resultados, e Petrov o cara da grana.

Trulli como estava em 2011 era um Petrov que recebia pra correr, ou seja, uma nulidade pra equipe.

Ele é um caso diferente do Barrichello, pois tal e qual Coulthard antes dele, foi embora sem mostrar nada há muito tempo.

Jean Claudio disse...

Gente, PAREM E PENSEM! O que o Zé inacio destacou nas entrelinhas não é o fato de Trulli sair e Petrov entrar. Isso seria normal, coisas da vida.

O que é importante e que nem todos pescaram é que a troca não está mais sendo por mérito do piloto que entra e sim pelo dinehiro que traz, e isso é repugnante.

Eu acho o Senna e Petrov são farinha do mesmo gordo saco de de dinheiro.

Anônimo disse...

Isso sempre aconteceu na F1, alguém lembra de 1991 quando Pupo Moreno foi demitido para a entrada do Schumacher, com a justificativa que estava física e mentalmente inapto, sendo que Schumacher não conseguiu nenhum resultado melhor ? Imagina se estivesse apto.

Bruno fsK disse...

o rubinho poderia dizer no twitter: trulli, vem pra indy você também!!!!

se isso acontece-se mesmo, o tio bernie iria ter um ataque do coração hahahah

abrço

@bf2375

Anônimo disse...

Trulli parece ter se acomodado um pouco, apesar da experiência.