segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Campeã, Red Bull ganhará menos dinheiro que Ferrari, 3ª colocada

Lendo um artigo do site pago da inglesa Autosport, vi um interessante estudo que aponta que apesar de ter se consagrado como campeã incontestável no campeonato de construtores da Formula 1 em 2011, a Red Bull não será a equipe que ganhará mais dinheiro na distribuição de lucros dos direitos de imagem da FOM (Formula One Management, comandada por Bernie Ecclestone) fim do ano, nem a McLaren, segunda colocada e sima Ferrari, que chegou em 3º.

Resumidamente, ocorre o seguinte: Segundo a tabela que todas as equipes concordaram, a Ferrari recebe 2,5% de toda a parte do lucro das equipes de F1 por sua "importância histórica" na categoria (os outros 50% ficam para a FOM), o que com base no lucro teria isoladamente esse ano o valor de 17,3 milhões, tendo como base a metade dos lucros desse ano (691 milhões de dólares). Além disso a equipe ainda recebe outro bônus pelo seu "sucesso histórico" (nessa tabela McLaren, Red Bull, Renault e Mercedes e Williams também entram), tendo como base o número de títulos conquistados, (desse bolo também são retirados 10 milhões de dólares para a Virgin e mais 10 para a Hispânia, que ficaram de fora do top 10) o que nesse caso rende aos italianos outros 16 milhões.

Então que o resto do dinheiro é dividido em 2, sendo que a primeira metade é distribuído igualmente entre as equipes do "top 10", com 10% para cada uma que ficou entre as 10 melhores nos últimos 2 campeonatos e a outra metade então distribuída às equipes com base no resultado campeonato de construtores, na seguinte ordem:

1º Red Bull: 19%;
2º McLaren: 16%;
3º Ferrari: 13%;
4º Mercedes: 11%;
5º Renault: 10%;
6º Force Índia: 9%;
7º Sauber: 7%;
8º Toro Rosso: 6%;
9º Williams: 5%;
10º Lotus: 4%

Então ainda tomando a Ferrari como exemplo, ela ganhou 17,3 milhões pelo "valor histórico" + 16 milhões pelo sucesso histórico + 31 milhões do "Top 10" + 40.3 milhões pelo 3º lugar no campeonato de construtores desse ano, totalizando 104.6 milhões.

Tendo como base os mesmos números e tabelas a Red Bull levará 93,1 milhões de dólares e a McLaren 84.8 milhões.

Só como curiosidade, a péssima temporada da Williams em 2011 em relação à 2011, onde caiu de 6ª para 9ª colocada na tabela, vai lhe custar a perda de 12,4 milhões. Já a Lotus por figurar em seu segundo ano seguido entre as Top 10, entra no rateio desse seleto grupo, somando aos 12,4 milhões de seu 10 lugar no campeonato de construtores outros valiosos 31 milhões!

3 comentários:

Anônimo disse...

A Ferrari e os seus eternos e constantes "truques...". Por isso torço sempre contra o time vermelho.

Vagner Hundertmarck disse...

Será que o Tony Fernandez não quis resgatar a lotus por seus titulos entrar nesse bolo ??? E mais será que nesse acordo de a renault se chamar Lotus tbm vai rolar essa grana do fator Histórico ??? Bora la renomear Hispania e marussia p entrar nesse bolo hehehehe Por isso que a F1 é tão desparelha , e respeito muito as equipes pequenas que com um pequeno orçamaento conseguem carros ruins mas a poucos segundos de carros onde gastam 10 x seus orçamentos ou mais .

Emilius disse...

INcrível como os gastos na F1 sao de um nivel fora da imaginação de qualquer cidadao comum. Se você pensar em patrocinadores e negocios paralelos de algumas equipes, é incrivel constatar que uma equipe como a Williams esteja "mendigando" dinheiro de piloto...