segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A ótima largada de Schumacher

Usando de toda sua experiência Michael Schumacher conseguiu evitar as batidas na largada e passou 9 carros na primeira volta do GP da Bélgica.

Mas...

No fim da grande reta no começo da segunda volta com ajuda do vácuo (o uso da asa móvel ainda não estava autorizado) ele passou Paul Di Resta, mas aí chegou muito forte na curva e acabou cortando a curva. Seria lícito concluir que sem essa espalhada ele não teria conseguido fazer a curva e, portanto poderia ser penalizado por não devolver a posição, mas como ninguém viu a tempo não seria ele que ia levantar essa lebre. O que você acha:

ATUALIZADO: Como o Bernie Ecclestone tirou aquele vídeo do ar, tive que correr atrás de outro, confiram antes que ele tire esse do ar também!

8 comentários:

GdSM disse...

canastrão como sempre... mas repare q durante as duas voltas ele tirou a mão esquerda do volante pelo menos umas 8x, não é comum isso o que ele tanto ajustava?

Otavio de Souza disse...

Não sou nenhum perito, mas por essa camera não dá para ver onde estava o carro da Force Indian, talvez por ele já o ter ultrapassado na reta os comissários não consideraram o corte.

Abraços ótimo post.

Ri7 disse...

Ele ajusta o balanço dos freios. Ele é o piloto que mais usa esse ajuste.

Marcos Paulo disse...

Ele não ganhou tempo em cima do carro da Force india. Pelo contrário. QUe volta foi essa cara. Schumy mandou muito bem

DARK disse...

Que isso, Schumacher já tinha feito a ultrapassagem em Paul Di Resta a anos, a posição já era dele, depois ele da uma "barricheladinha" no meio da curva e corta a pista, nada demais.

Esse tipo de manobra é comum no final da grande reta no Canadá, quando o piloto vê que vai bater naquela maldita zebra, eles preferem passar "reto", e nem por isso são punidos.

Se Schumacher tivesse lado a lado com Di Resta na entrada da curva, aí sim poderiam reclamar, e Schumacher sabendo que o carro estava bem veloz no começo, nem ia ligar em devolver a posição, ia esperar outra oportunidade de passar, mas não foi o caso.

Pra quem saiu do último lugar aos 42 anos e passou Rosberg com o mesmo equipamento, Schumacher foi fenomenal, corrida de multicampeão, Rosberg é 17 anos mais novo, Schummy já tinha feito uma corrida espetacular no Canadá na chuva, em Mônaco também fazia grande corrida fazendo 2 belas ultrapassagens em cima de Lewis e Nico, justo na Lowes, sem precisar da ajuda da "asinha", estava a frente de Nico na corrida, mas o carro depois quebrou. Nico é eficiente, mas é um piloto meio sem sal, Schumacher pelo bem, pelo mal, se destaca muito mais fazendo belas corridas, ele sempre dá um jeitinho de se destacar...Schumacher é um caso perdido!

Essa coisa de ficar punindo piloto por qualquer coisa é simplesmente RIDÍCULO, nos anos 80 os pilotos faziam cada barbaridade e ninguém tomava punição.

DARK disse...

Ahhhhhh e no Canadá Schumacão na entrada daquela curva "grampo"(onde Gilles deixou o bico da Ferrari em 81), advinha quem tentava passar o alemão por fora???????????

Ele AMILTÃO...mas o alemão quando viu deu aquela famosa sutil "espalhadinha", e deve ter pensado:

"Por fora, aqui não amigão"

E lá foi o afobado Hamilton passear para fora da pista, quando vi rachei o bico, é por isso que acho legal a volta de Schumacher, pode não esta no mesmo nível, mas é divertido ver ele na pista, com um carro de ponta ia dar trabalho pra molecada. Nesse GP do CAN Hamilton fez um monte de besteiras, já tinha feito em Mônaco,e voltou a fazer na BEL em cima de Maldonado (treinos) e Kobayashi na corrida.

Hamilton precisa colocar a cabeça no lugar, pode virar o novo Mansell para os ingleses. Para um piloto que quer fazer história, Lewis ainda não tem o direito de errar tanto, começo de carreira, muito complicado.

* Se o Schumacher melhora nas classificações, coloca o Nico no bolso, em ritmo de corrida Schumacher vem melhorando a cada corrida, claro, depende do carro, se for bem corresponde, mesmo caso de Nico, o carro Mercedes é muito ruim, mas é o segundo ano da Mercedes como equipe, a RBR levou 5 anos para chegar ao sucesso e mesmo com Newey só venceu quando teve Vettel no volante. A Mercedes tem que cortar muitas pontas, mas pode melhorar nos próximos 3 anos, esperar pra ver...não é fácil desenvolver um carro e organizar uma equipe.

Anônimo disse...

Ele passou o Di Resta na reta, e não na curva. A posição dele já estava consolidada. Pra mim, totalmente dentro da regra.

Leonardo Moreira disse...

Semelhante a largada do Rubinho em 2009, também em Spa, com a Brawn, onde o brasileiro, largando em 4º, ficou na largada, caindo para última posição. A primeira volta do Rubinho também foi espetacular. Salvo engano, ele completou o 1º giro em 13º.