segunda-feira, 18 de julho de 2011

Mudanças no carro da McLaren

Apesar de ter penado bastante para tentar acompanhar o ritmo de Red Bull e Ferrari em Valência e Silverstone, a McLaren vem perdendo desempenho, talvez em parte pela restrição do funcionamento dos escapamentos sopradores, que agora deverão voltar a ter maior efeito. Apesar desses revezes a equipe inglesa não está disposta a abandonar a disputa com a Ferrari pelo vice-campeonato de construtores, muito valioso sob o ponto de vista financeiro e de marketing.

Prova dessa renovada vontade de dar a volta por cima são as novidades apresentadas pela equipe na corrida em Silverstone: uma nova asa traseira com seu elemento mais inclinado (e que se abre quando o DRS é acionado) sensivelmente diminuido, como várias outras equipes já fizeram em suas asas nos últimos meses (Mercedes, Williams, Ferrari, Red Bull) e um novo suporte para o mecanismo de abertura nos moldes do que a Ferrari também estreou nessa pista, pois também perdeu o pilar central de fixação (compare na última foto). Ainda nela percebe-se que as laterais ganharam novas formas, bem como aquelas "guelras" laterais que são responsáveis por tirar lateralmente parte da pressão do ar da asa, evitando assim aqueles pequenos redemoinhos de ar que vemos em pistas úmidas e que aumentam o arrasto aerodinamico do carro.

Além disso a abertura no final da carenagem que cobre o motor (em grande parte responsável pela dispersão do ar quente do ambiente do motor e radiadores) foi redesenhada e levemente ampliada, como vemos na foto abaixo, que também evidencia a ausência do pilar central da asa traseira, agora presa apenas pelas laterais e asa inferior. Clique nas imagens para ampliá-las

2 comentários:

Robson disse...

Visivelmente as alterações foram grandes, vamos ver isso na pista.

Anônimo disse...

Fica claro o quanto a aerodinâmica influência no desempenho do carro. A McLaren luta com a RBR em 2011, não pelo título, mas para não perder Hamilton em 2013.