domingo, 22 de maio de 2011

GP da Espanha - Resultados e análise

Não adianta, mesmo com a asa móvel (DRS) a pista de Barcelona não é muito amiga das ultrapassagens. Ok, nessa corrida houve muito mais ultrapassagens do que na do ano passado, mas isso se deu pelos diferentes estágios de desgaste dos diferentes tipos de pneus usados, não por causa da pista em si, muito menos por causa da asa móvel que que pouco ou nada ajudou dessa vez.

Sobre a corrida em si fica claro que a Red Bull continua reinando absoluta, mas que a McLaren está chegando e quando os austríacos vacilam os ingleses estão no encalço. Nesse corrida por exemplo, sem o KERS funcionando no final, Vettel ficou todo o fim da corrida na alça de mira de Hamilton. Já Button fez uma boa acorrida se recuperando de uma largada ruim, usando a cabeça e sendo arrojado apenas quando necessario, para poupar pneus e Webber, o pole, sucumbiu, dando mostras que não deverá incomodar Vettel na disputa pelo título. Se continuar assim, "discreto", periga não ter seu contrato renovado.
A Ferrari, que liderou até o 1º pit-stop com Alonso, terminou uma volta atrás e Massa abandonando quando ja era em 11º. Terão que remar muito se quiserem não passar mais perrengue. Tudo culpa dos penus duros. Mas são duros para todos, que se virem, pois. Alonso fez o que podia e Massa entra pro time dos "discretos", o que ruim. A verdade é que ele não parece se sentir estimulado na equipe. Saia daí, eu lhe digo, será melhor. Stefano Domenicali está com seu saquinho de desculpas no fim e logo Montezemolo poderá chamá-lo na xinxa. Deve estar com uma coceirinha na região do pescoço...

Mercedes evoluiu, tendo feito uma boa corrida com Schumacher largando de 10º para 6º na primeira volta e la chegando. Rosberg,
que perdeu posições na largada, acompanhou e embora em alguns momentos parecesse mais rápido, não conseguiu passar. Sauber, conseguindo competentemente poupar pneus, mostrou que continua com carro para beliscar os pontos e Renault não mostra mais a força das 2 primeiras corridas, embora sejam ainda uma equipe a ser respeitada. Na corrida Petrov caiu fora dos Top 10 e Heidfeld, saindo de último chegou num meritório 9º.
Depois vieram as Force-Índia e as Toro Rosso, mostrando que não tem nenhum grande carro para tentar "pulos do gato". A Williams continua mais perdida que cego em tiroteio. Maldonado, que largou entre os 10 primeiros chegou em 15º sem cometer erros, portanto pesa no carro a culpa dessa queda. Barrichello que com problemas de cambio largou em 19º, chegou em um discretíssimo 17º, pois além de tudo teve um péssimo pit-stop de 12 segundos (a média é entre 3 e 4). Ao fim da corrida explicou que esses pneus novos privilegiam os melhores carros, pois eles poupam melhor a borracha, e como os melhores carros estão nas equipes mais ricas, já viu né, "o cima sobe e o de baixo desce".

Quem teve uma corrida melhor e chegou a figurar bem no pelotão intermediário foi a Lotus, e com seus dois carros, mas no fim Kovalainen bateu e Trulli chegou em 18º, mas fica a impressão que estão se descolando da Virgin, que já começa a ser superada pelas Hispânia.
 
Pos. PilotoEquipeTempo
1. Sebastian VettelRed Bull1:39:03.301
2. Lewis HamiltonMcLaren+0.630
3. Jenson ButtonMcLaren+35.697
4. Mark WebberRed Bull+47.966
5. Fernando AlonsoFerrari+1 Volta
6. Michael SchumacherMercedes Grand Prix+1 Volta
7. Nico RosbergMercedes Grand Prix+1 Volta
8. Nick HeidfeldRenault+1 Volta
9. Sergio PerezSauber+1 Volta
10. Kamui KobayashiSauber+1 Volta
11. Vitaly PetrovRenault+1 Volta
12. Paul di RestaForce India F1+1 Volta
13. Adrian SutilForce India F1+1 Volta
14. Sebastien BuemiScuderia Toro Rosso+1 Volta
15. Pastor MaldonadoWilliams+1 Volta
16. Jaime AlguersuariScuderia Toro Rosso+2 Voltas
17. Rubens BarrichelloWilliams+2 Voltas
18. Jarno TrulliLotus F1+2 Voltas
19. Timo GlockVirgin Racing+3 Voltas
20. Jerome d` AmbrosioVirgin Racing+4 Voltas
21. Narain KarthikeyanHRT F1 Team+5 Voltas
Não terminaram
22. Felipe MassaFerrari+8 Voltas
23. Heikki KovalainenLotus F1+18 Voltas
24. Vitantonio LiuzziHRT F1 Team+38 Voltas

3 comentários:

Emilius disse...

Lamentável corrida.
A Williams está totalmente perdida mesmo.
O bom desse fds foi apenas a evolução nos treinos.
O que é bom pelo menos para a etapa de mônaco, onde o treino tem um papel forte.

CharlesSJ disse...

UMA COISA ME DEIXOU MUITO FELIZ HOJE: MASSA DANDO FORA EM MARIANA BECKER!!! Nem digam que não adiantou...foi um bom começo, dar fora nessa aporrinhação da globo de querer um ídolo! Por favor fãs da f1 não procurem um ídolo, assistam por amor a velocidade e não para ver um brasileiro ganhar...deixem os caras correrem sem querer ser Senna, ninguém tem obrigação de ganhar, tem obrigação de fazer o que ama, se divertir e dar o máximo de si. Se isso não for o suficiente para ganhar por favor respeitem o ser humano e não queiram transformá-lo em um super campeão salvador da pátria, sejamos os campeões e façamos o melhor que pudermos. Sei que muitos irão discordar, mas o fato de ser público não significa que ele tenha que viver para os fãs! Se Button não quer tirar foto com fã ele tem esse direito! Povo pede liberdade até para fumar maconha, mas não dá liberdade de ninguém escolher nada...Inacio mesmo estava na marcha pela maconha e não se pronunciou ainda rsrsrsrs

Anônimo disse...

Pelo visto teremos mais uma temporada, ou mais um domínio de uma equipe por anos, com mais um piloto saindo na frente com um carro de outro mundo, que daqui alguns anos será chamado de melhor do mundo pelos fãs que simplesmente compram um boné e torcem para quem está sempre ganhando, a história se repete.

O resumo da F1 nos últimos anos é que sempre ganha uma Alemão com o carro mais rápido que o dos outros.

A média de vitórias de um piloto Campeão durante uma temporada é de 5 ou 6, Vettel já tem 4 vitórias em 5 etapas, mais uma ou duas vitórias, o Campeonato vai estar parcialmente na mão do Vettel e da Red Bull.

Para piorar, nem testes coletivos podem ser feitos, uma equipe pode continuar com o domínio que começou na temporada anterior, já que tem um tempo maior para desenvolver o carro enquanto as outras se arriscam tentado chegar perto, ou até desistindo da temporada para se dedicar à próxima.

Hoje temos tantos talentos na pista, e a categoria se resume à isso, uma pena.