terça-feira, 12 de abril de 2011

Williams faz alterações aerodinâmicas

Depois de um fraco começo de campeonato na Austrália em uma pior continuação na Malásia, a Williams promete reagir com novidades. Ontem mesmo seu presidente, Adam Parr adiantou que deverão estrear na etapa Chinesa - no carro de Barrichello inicialmente - um novo sistema de escapamentos, à la Red Bull, com seus dutos se prolongando pelo assoalho até bem perto do difusor traseiro, de modo a direcionar mais o fluxo de ar do motor para essa área em busca de mais pressão aerodinâmica, mesma solução copiada por Ferrari e McLaren desde a primeira etapa.

Mas independente disso a equipe já tinha trazido uma novidade para a etapa de Sepang, como vemos na imagem ao lado.

Trata-se de uma nova carenagem que recobre o famoso câmbio miniaturizado da equipe. Não se sabe se a função dessa novidade é cobrir mais algum novo componente mecânico na região (câmbio, suspensão?) ou se tem apenas função aerodinâmica para melhorar o fluxo de ar naquele lugar do carro, mas o fato é que ele não impediu o fiasco da equipe naquela pista.

Agora resta esperar por uma sólida melhora nas próximas etapas. Além do escape novo na China, um grande pacote de evoluções deverá estrear na etapa da Turquia.

Clique na imagem para ampliá-la

3 comentários:

Tomm disse...

Não faltou desempenho para a Williams na Austrália. Faltou sorte, infelizmente. Já na Malásia, além de faltar sorte, faltou desempenho mesmo. Espero que eles melhorem em breve.

RODOLFO disse...

ZÉ, ESTA NOVA TAMPA DO MOTOR PARECE SER UMA SOLUÇÃO PARA A MALÁSIA. A FUNÇÃO É CRIAR UM ARRASTO POR DENTRO DA TAMPA DO MOTOR PARA EXTRAIS O AR QUENTE.

RODOLFO C DE MEDEIROS
COMISSÁRIO TEC. DA F1 NO BRASIL

CharlesSJ disse...

Extrair o ar quente talvez seja mesmo a intenção pois deve estar com super aquecimento no KERS. Mas vou te contar....essa Williams parece não ter jeito...infelizmente...alguém explica se só o calor foi responsável por parecer tão ruim em relação a Melbourne?