quarta-feira, 13 de abril de 2011

Montezemolo esquece Massa em piada politica


Como se sabe, tem sido ventilada ha algum tempo nos bastidores políticos da Itália a possibilidade de Luca di Montezemolo, atual presidente da Ferrari, sair candidato a presidência do pais. Perguntado pelo tradicional jornal La Gazzetta dello Sport sobre essa possibilidade, ele respondeu em tom bem humorado: “Eu na politica? Sim, com o Alonso como primeiro ministro".
“Eu o escolheria porque ele tem personalidade forte, é otimista e ao mesmo tempo realista"
Montezemolo então prosseguiu na criação de seu gabinete ficcional, indicando quem mais nomearia como ministros:
“Vettel, que é esperto e rápido, Rosberg por conseguir segurar Schumacher, Perez pelo seu talento e Hamilton, um grande campeão".
Estranhamente o todo poderoso da fabrica italiana sequer mencionou o nome de Felipe Massa, mas se lembrou de citar até grandes nomes do passado: "Lauda, que sempre consegue não pagar nada, nem um drink, Schumacher que nunca desiste e Senna que antes de morrer me disse que gostaria de ganhar um campeonato com a Ferrari".
Após a piada, ele falou sobre o decepcionante inicio de ano da Ferrari e que espera a reação da equipe: "Eu espero alguma melhora (para o GP da China), mas não é realista imaginar que reverteremos nossa situação em apenas uma semana."

4 comentários:

F-1 A.L.C. disse...

mau sinal. mau sinal da valía do brasileiro em Maranello

Marcio disse...

"Senna que antes de morrer me disse que gostaria de ganhar um campeonato com a Ferrari".

é de cortar o coração, saudades senna.

Bruno fsK disse...

o pior patrão é aquele que não fala nada sobre o funcionário que está na degola. massa manda curriculum pro infojobs meu filho.

bfskblog.blogspot.com

Reideer disse...

acho que o montezamolo fez isto de propósito, afinal ele sabe que o massa, embora não seja um gênio, tem poder suficiente para superar fraudes como o Alonso.
Ferrari só contratou o Alonso por causa do poder político dele. Alonso é o piloto com a torcida mais alucinada da F1, até o Schumacher perde neste quesito.